Aparecida de Goiânia, sexta-feira, 17 de setembro de 2021
Limpeza urbana

Max pede que população denuncie quem joga lixo em terrenos baldios

Redação
23 de julho de 2021

Secretário informa que somente num terreno no Jardim Imperial, as equipes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano recolheram de uma só vez 32 toneladas de resíduos descartados irregularmente

Além das ações do poder público, o bem-estar nas cidades depende também do compromisso de cada morador em preservar o meio ambiente à sua volta, por exemplo, dando ao lixo a destinação correta. Isso vale também para o entulho. Mas quando há descarte irregular de restos de construção em lotes baldios, a Prefeitura de Aparecida entra logo em ação para recolher a sujeira e manter a cidade limpa, bem preservada.

A Prefeitura de Aparecida faz esse trabalho através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU). Para proporcionar mais saúde e segurança à comunidade, as equipes da SDU recolhem lixo, entulho, descartáveis e até animais mortos também em lotes baldios particulares, desde que eles não estejam cercados. O morador que se deparar com lixo descartado irregularmente nos terrenos pode denunciar pelo telefone 3545-6040.

Nesta quinta (22), por exemplo, as equipes da SDU tiveram de voltar a um grande terreno na esquina da Rua Dom Pedro II com Rua Independência, no Jardim Imperial, para recolher lixo, entulho e garrafas de vidro que foram descartados por lá. Há cerca de 20 dias, os caminhões caçamba, pá carregadeiras e mini carregadeiras da SDU recolheram no mesmo local 32 toneladas de resíduos, que foram levados para o aterro sanitário.

Apesar da conscientização feita para a população descartar o lixo no local correto, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano vai regularmente ao Jardim Imperial para limpar de quatro a cinco grandes lotes onde esse problema ocorre com frequência.

“Temos atuado constantemente nos pontos onde há o despejo irregular de lixos e entulhos para manter Aparecida limpa, mas precisamos também da conscientização do morador, porque o lixo não vai parar ali no lote baldio ou na área ambiental sozinho. A prefeitura faz a parte dela limpando, mas o aparecidense precisa colaborar e dar destinação correta ao seu entulho”, pontua o secretário de Desenvolvimento Urbano, Max Menezes.

O impressor serigráfico Emerson Barbosa mora há 20 anos no Jardim Imperial. Ele reconhece a iniciativa da Prefeitura de Aparecida de limpar os terrenos baldios, mesmo os particulares, mas lamenta os maus hábitos dos que insistem em descartar lixo na rua.

“Ontem mesmo eu tive que brigar com um homem que veio aqui de carro, com a carretinha, para jogar entulho no lote. O detalhe é que a Prefeitura tinha acabado de limpar o terreno. Assim fica complicado”, desabafa Emerson.

Também morador do Jardim Imperial, o fisioterapeuta Paulo Ricardo Rodrigues já testemunhou várias vezes pessoas jogando lixo no lote baldio em frente à sua casa. Segundo ele, os resíduos são descartados por pessoas desconhecidas da comunidade local, que Paulo acredita serem moradores de outros bairros de Aparecida.

“Isso acontece quase diariamente, e as consequências são ratos, mau cheiro. É louvável o trabalho de limpeza que a Prefeitura vem fazendo sempre, só que se a população não se conscientizar, infelizmente é um trabalho de enxugar gelo”, conclui Paulo Ricardo.

RECOLHIMENTO DE ENTULHO JARDIM IMPERIAL ENIO MEDEIROS 1

Regras para descarte de entulho

Secretário executivo da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Hilário Giacomet explica que quando o morador gera até 1,5 metro de entulho, ele pode ligar no 3545-6040 e pedir para a SDU recolher os detritos. Nesse caso, o serviço é feito gratuitamente.

Para uma massa de resíduos maior do que 1,5 metro, a pessoa precisa providenciar por conta própria o aluguel de uma caçamba. Quando essa norma é descumprida, o morador pode ser notificado pela Prefeitura de Aparecida para resolver a irregularidade em até três dias. Se não recolher os detritos no prazo estipulado, o contribuinte fica sujeito a uma multa que pode variar de R$ 504 a R$ 5 mil.

“É dever do proprietário zelar pela preservação do seu lote. Tem terrenos em Aparecida que estão vazios e abertos há 10, 15, 20 anos sem receber manutenção por parte dos donos. Mesmo não sendo atribuição do município, a Prefeitura de Aparecida faz a roçagem e limpeza nesses terrenos e depois cobra o serviço no ITU”, diz Hilário.

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2021
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram