Maurício elogia Wilton Sampaio e minimiza críticas do rival: “estavam de cabeça quente”

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

O Goiás se sentiu prejudicado pela arbitragem no clássico realizado no último domingo (14), contra o Atlético, onde o resultado ficou no 2 a 2, e na manhã dessa terça (16) entrou com reclamação formal na Federação Goiana de Futebol (FGF) contra Wilton Pereira Sampaio. Porém, do outro lado do clássico, a visão não é a mesma.

Ao comentar a atitude do rival e analisar a participação do árbitro FIFA, o presidente do Atlético, Maurício Sampaio, elogiou Wilton e minimizou as críticas contundentes dos dirigentes esmeraldinos sobre o apito na partida:

“Ele é um árbitro FIFA, pré-escolhido para apitar até Copa do Mundo. É hoje o melhor do estado de Goiás. O Wilton vem fazendo bons campeonatos, acho que o Sérgio (Rassi) estava de cabeça quente, esperava mais do seu time, queria uma vitória. Foi situação de momento por conta do calor do jogo”, declara.

Para Maurício Sampaio, o Goiás não soube engolir o resultado com o Atlético e, por isso, desvia as atenções para a arbitragem: “É a velha história de Davi e Golias. Quando Golias não consegue vencer, sempre querem jogar a culpa em outros”, finaliza.

PATROCÍNIO

Outra situação que o presidente do clube rubro-negro está solucionando é a renovação do contrato de patrocínio com a Caixa Econômica Federal. Após regularizar a participação no Profut, o Atlético espera contar agora com a verba proveniente do patrocínio da estatal para melhorar a situação dos cofres rubro-negros.

O presidente do Conselho Deliberativo, Jovair Arantes, revela que a situação está bem encaminhada: “A presidente Dilma Rousseff já autorizou que a Caixa renove com o Atlético, está tudo encaminhado, a documentação está em andamento. Se o valor for bom, vamos fechar, só não dá negócio se eles oferecem uma ninharia”, explica Jovair.

730

Notícia postada em  

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e nosso Termos de Uso, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.