Marconi mente em dizer que Goiás se tornará 5ª economia do país

0
77

O governador Marconi Perillo (PSDB) é adepto da política de combater crise com bravatas. Quanto maior o volume de problemas em seu governo, mais o tucano se lança ao mercado de anúncios mirabolantes com roupagem de pauta séria. A última mentira solene contada por Marconi é que seu projeto atual é tornar a economia goiana a quinta maior do País.

Se o objetivo fosse ousado e até distante, mas em base real, o governador de Goiás até seria merecedor de elogios. Porém, Marconi apenas faz o que sabe como ninguém: mente. E embroma com mesma cara de quem está falando a mais cristalina verdade. Não seria surpresa se fosse diagnosticado mitômano.

Goiás tem a nona economia do País, responsável por algo próximo de 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. A posição do Estado, assim como a participação no PIB, é a mesma há mais de uma década. O crescimento, quando houve, acompanhou as demais unidades da federação, já que o País tornou-se mais rico nas últimas décadas.

Além da economia de Goiás manter posição estacionada desde 2002, a distância até o quinto lugar é inatingível em décadas. O Paraná é o quinto Estado em Produto Interno Bruto no país, abaixo de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, respectivamente. Enquanto a economia goiana soma um PIB de 135 bilhões, a paranaense ultrapassa os 300 bilhões.

Numa conta grosseira, para chegar ao quinto lugar o PIB de Goiás teria de triplicar em poucos anos e os demais estados, entre eles o Paraná, manterem-se paralisados – surgiria, assim, uma bolha goiana. É ou não é uma lorota? Não duvidem que no próximo mês Marconi anuncie a existência de Papai Noel e informe que ele ‘Já é de Goiás’.

 

GoiasReal