Marconi lidera com Iris em segundo na pesquisa Grupom

0
39

Marconi Perillo (PSDB) lidera pesquisa Grupom publicada no Diário da Manhã com 37% das intenções de voto, contra 26,1% de também lidera nos índices de rejeição com 33,7%.

politicaO governador Marconi Perillo (PSDB) lidera a corrida para o Palácio das Esmeraldas, com 37% das intenções de voto, mostra pesquisa Grupom veiculada nesta segunda-feira, 11, no jornal Diário da Manhã e que foi realizada entre os dias 4 e 7 de agosto com 1.011 eleitores. O tucano abriu 10,9 pontos de frente sobre o segundo colocado, o ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende (PMDB), que aparece com 26,1% das intenções, mostra o instituto.

Os ex-prefeitos de Senador Canedo Vanderlan Cardoso (PSB) e de Anápolis Antônio Gomide (PT) estão empatados na terceira posição, com 9,5% e 6,1% das intenções de voto, respectivamente. A margem de erro é de 3,1 pontos percentuais, para mais ou para menos, o que configura o empate técnico entre os dois governadoriáveis.

A candidata do PCB, Marta Jane, tem 1,2% das intenções de votos. Professor Weslei, do PSol, tem 1% e Alexandre Magalhães, candidato do PSDC para o governo de Goiás, tem 1%.

Os eleitores que não responderam à pergunta sobre a preferência de candidato ou que afirmaram estar indecisos somam 10,3%. Os 8,5% restantes dos eleitores entrevistados afirmaram que votarão em branco ou anularão o voto nas eleições de 5 de outubro.

O Grupom calculou o percentual de votos válidos da pesquisa para o governo de Goiás.

Marconi tem 45,6% dos votos, e Iris obtém 32,2%. Vanderlan tem 11,7%, e Gomide, 7,6%. Marta Jane, Professor Weslei e Alexandre Magalhães obtém, respectivamente, 1,5%, 1,2% e 0,4% dos votos válidos da pesquisa.

Os votos válidos são calculados excluindo-se do resultado geral os eleitores que afirmam não saber em quem votar ou que dizem que votarão em branco ou nulo. Essa é a forma como Justiça Eleitoral computa os votos dos candidatos para apresentação dos resultados das eleições.

Rejeição

Marconi também lidera nos índices de rejeição, como em todas as pesquisas divulgadas até o momento e, sempre com índices próximos ou superior ou patamar dos 30%. Na pesquisa Grupom aparece com 33,7%. Iris que também aparece em segundo em todas as pesquisas neste quesito, tem rejeição de 29,7%. Em seguida aparece Marta Jane, que obteve 19,1% de rejeição.

Antônio Gomide tem rejeição de 19,1% e Vanderlan Cardoso, 18,1%. Alexandre Magalhães aparece com 17% e Weslei Garcia, com 16,9%. De acordo o Grupom, 35,2% dos eleitores entrevistados afirmam que votariam em qualquer um dos sete candidatos ao governo de Goiás.

Espontânea

O governador Marconi Perillo (PSDB) também lidera com folga a disputa pelo governo de Goiás na pesquisa espontânea, em que os eleitores apontam livremente o candidato de sua preferência, sem o auxílio da cartela de opções de nomes. O tucano tem 21,3% das intenções de voto, 10,8 pontos percentuais à frente do ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende (PMDB), que obtém 10,5% dos votos.

O candidato do PSB, Vanderlan Cardoso, tem 5,3% e está empatado na terceira posição com o candidato do PT, Antônio Gomide, que obtém 3,2%. Professor Weslei Garcia (PSol) tem 0,2% das intenções e Alexandre Magalhães (PSDC) e Marta Jane (PCB) aparecem com menos de 0,1% dos votos, mostra o levantamento do Grupom.

Os eleitores que não responderam à pergunta ou que afirmam estar indecisos somam 59,3%, segundo o levantamento. O Grupom entrevistou 1.011 eleitores em todo o Estado entre os dias 4 e 7 de agosto. A margem de erro da pesquisa é de 3,1 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%.

2o turno

Na pesquisa realizada entre os dias 4 e 7 de agosto, o Instituto Grupom também aferiu as intenções de votos em três eventuais cenários de segundo turno e o governador Marconi Perillo (PSDB) lidera em todos com ampla vantagem. Em caso de disputa com o ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende (PMDB), o tucano tem 40,9% e o peemedebista, 32,9% das intenções. Os eleitores indecisos somam 13,6% e 12,6% afirmaram que votariam em branco ou nulo.

Em uma eventual disputa contra o ex-prefeito de Senador Canedo Vanderlan Cardoso (PSB), a vantagem de Marconi se amplia de 8 pontos percentuais (caso da disputa com Iris) para 21,9 pontos. O tucano tem 49,2% das intenções, diante de 27,3% do pessebista. Os eleitores indecisos somam 10,1% e 13,5% afirmam que votariam em branco ou anulariam o voto da eleição para governador.

Numa eventual disputa de segundo turno contra o ex-prefeito de Anápolis Antônio Gomide, a vantagem de Marconi atinge 29,5 pontos percentuais – a maior dos três cenários simulados pela pesquisa Grupom/Diário da Manhã. Marconi tem 50,2% das intenções de votos, diante de 20,7% do petista. Os eleitores indecisos totalizam 14,4% e 14,6% afirmam que votariam em branco ou anulariam o voto.

O Grupom entrevistou 1.011 eleitores em todas as regiões do Estado. A margem de erro da pesquisa é de 3,1 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%.

O Grupom calculou os votos válidos dos três cenários de segundo turno. No confronto entre Marconi e Iris, o tucano tem 55,4% dos votos válidos, diante de 44,6% de Iris, vantagem de 10,8 pontos percentuais para o governador. Quando o adversário é Vanderlan, o governador tem 64,3% dos votos e o ex-prefeito obtém 35,7% – diferença de 28,6 pontos percentuais. No cenário com Gomide, o tucano tem 70,9% dos votos válidos e o petista, 29,1%, vantagem de 41,8 pontos percentuais para Marconi.

Os votos válidos são calculados excluindo-se do resultado geral os eleitores que afirmam não saber em quem votar ou que dizem que votarão em branco ou nulo. Essa é a forma como Justiça Eleitoral computa os votos dos candidatos para apresentação dos resultados das eleições.

Metodologia

Universo: Eleitores de Goiás — Tamanho da amostra: 1.011 eleitores — Margem de erro: 3,1 pontos percentuais, para mais ou para menos — Intervalo de confiança: 95% — Período de realização: 4 a 7 de agosto de 2014 — Realização: Grupom Consultoria Empresarial Ltda. — Contratante: Diário da Manhã — Registros na Justiça Eleitoral:

TSE: BR-00331/2014; TER-GO: GO-00059/2014, ambas registradas em 5 de agosto de 2014.