Bem-vindo(a) à Aparecida de Goiânia
Pesquisa

Lula cresce entre os evangélicos e Bolsonaro perde votos

Redação
12 de novembro de 2021

O levantamento Exame/Ideia apontou que a aprovação do governo Jair Bolsonaro entre os evangélicos é de 28%, 11 pontos percentuais a menos do que a rodada de 22 de outubro.

A administração federal tem uma desaprovação de 52%. Ao todo, 23% aprovam a gestão, 22% acham regular e 3% não souberam ou não responderam.

Questionados sobre a maneira como Bolsonaro lida com seu trabalho, 54% desaprovam enquanto 23% aprovam.

nova pesquisa Exame/Ideia, também indica um aumento da vantagem de Lula sobre Bolsonaro no 2º turno.

Se as eleições fossem hoje, o ex-presidente teria 48% dos votos, contra 31% do candidato à reeleição.

No levantamento realizado em julho, a distância entre os dois era de 12 pontos percentuais. Agora, subiu para 17.

Foram entrevistadas 1.200 pessoas entre os dias 9 a 11 de novembro, por telefone.

Entre os que se informam sobre política principalmente pelo WhatsApp, 51% preferem que o presidente Lula (PT) vença as eleições de 2022 frente a 27% dos que optam pelo atual presidente, Jair Bolsonaro (sem partido). A informação foi dada por Leonardo Sakamoto no UOL.

Dados são de pesquisa da Quaest Consultoria e da Genial Investimentos, divulgada nesta quarta (10), que levantou as intenções de voto para a eleição presidencial de outubro de 2022 e avaliou o governo Bolsonaro.

Entre 3 e 6 de novembro, 2.063 entrevistas foram feitas em território nacional, com margem de erro de 2,2 pontos percentuais.

Segundo a pesquisa Quaest, o WhatsApp é o principal canal de informação sobre política para apenas 3% dos brasileiros. A TV continua sendo a fonte mais importante, com 49%.

Na sequência, aparecem as redes sociais (25%), sites, blogs e portais de notícias (9%), amigos, familiares e conhecidos (4%), rádio (3%) e jornais impressos (2%). Por fim, 4% afirmam que não costumam se informar sobre política.

Lula marca seu melhor resultado exatamente entre os que se informam principalmente pela TV: 54% preferem ele, 15%, Bolsonaro e 23%, nenhum dos dois.

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2021
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram