Líderes de todo mundo participam do enterro de Shimon Peres

0
104

Cerca de 80 líderes de todo o mundo, entre eles os presidentes dos EUA, Barack Obama; da França, François Hollande, e o premier da Itália, Matteo Renzi, participaram nesta sexta-feira (30) do enterro do ex-presidente de Israel e prêmio Nobel da Paz Shimon Peres. As informações são da Agência Ansa.

O ex-líder faleceu nesta semana, aos 93 anos, em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Ele foi velado ontem (29) no Knesset, o Parlamento israelense, em Jerusalém, por onde passaram milhares de pessoas para dar o último adeus ao ex-presidente.

Em um momento histórico, o líder da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, que recebeu autorização especial para participar do evento, apertou as mãos do premierisraelense, Benjamin Netanyahu, com quem também trocou algumas palavras.

Em seu discurso, Netanyahu disse que Peres foi um grande homem, não somente para a história de Israel, mas para todo o mundo. Apesar de terem sido inimigos políticos por anos, o primeiro-ministro garantiu que eles eram grandes amigos e que costumavam se encontrar com frequência. “Meu querido Shimon, hoje choro por você. Eu amei você, todos o amamos”, concluiu.

O presidente norte-americano Barack Obama, por sua vez, destacou que Peres foi um dos “gigantes do século XX”, junto com Nelson Mandela e a rainha Elizabeth II, do Reino Unido.

“Peres forjou a história de Israel e deu forma a seu país”, disse Obama, concluindo, em hebraico, “muito obrigado, querido amigo”.

O enterro aconteceu em Monte Herzl, em Jerusalém, onde também estão enterrados diversas pessoas  importantes da história do país, como David Ben-Gurion, o primeiro líder de governo de Israel, e a ex-premier Golda Meir. Esta foi considerada a maior cerimônia funerária desde o enterro do ex-premier Yitzhak Rabin, ganhador do Nobel da Paz junto com Peres, que foi assassinado em 1995.

Trajetória

Nascido em 1923, em Wiszniew, na Polônia, Peres começou sua carreira política em 1941. Considerado um dos fundadores do Estado de Israel, ele permaneceu ativo no cenário político do país por quase sete décadas. Além de presidente, ele atuou como premier em mais de uma ocasião.

Em 1993, foi um dos responsáveis pelo Acordo de Paz de Oslo, pelo qual ganhou, junto com o então premier israelense Yitzhak Rabin e o líder palestino Yasser Arafat, o prêmio Nobel da Paz em 1994.

Presidente entre 2007 e 2014, Peres teve como um de seus últimos atos no cargo um encontro pela paz com o papa Francisco e o líder palestino Mahmoud Abbas no Vaticano.