Lideranças do Sudoeste defendem candidatura de Gustavo ao governo de Goiás

Da Redação
28/11/2021 - 19:26
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Lideranças do Sudoeste defendem candidatura de Gustavo ao governo de Goiás

Lideranças políticas de vários partidos políticos do Sudoeste goiano hipotecaram apoio ao prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha (sem partido), para disputar o governo de Goiás, em 2022, contra o atual governador, que vai disputar a reeleição durante encontro suprapartidário ocorrido no sábado em Quirinópolis.

“Mendanha conseguiu uma façanha inédita na política de Quirinópolis, reuniu forças políticas antagonistas na cidade em prol do bem maior de Goiás”, Wellington Faustino (PSD).

“Fico feliz em poder unir líderes que desejam fazer Goiás entrar na rota do desenvolvimento social e econômico e, principalmente, retirar o Estado desse marasmo administrativo pelo qual está passando. O modelo de gestão de Aparecida, com Nota A na Secretaria do Tesouro Nacional, com apoio de todos é o caminho pra Goiás avançar”, argumentou Mendanha.

Além da participação da maioria dos vereadores de Quirinópolis, o encontro suprapartidário contou com a participação efetiva dos principais candidatos a prefeito na cidade na última eleição – ex-prefeito Gilmar Alves (MDB); ex-vereador Soró (PL) e Ronne Cézar (PSD). Ou seja, dos quatro principais candidatos da cidade, três apoiam a pré-candidatura de Gustavo ao governo de Goiás.

Líder histórico do MDB, Gilmar Alves, afirmou que o partido em Quirinópolis apoia a pré-candidatura de Gustavo.

“Mendanha será o próximo governador de Goiás”, sentenciou Gilmar Alves, que pretende ser candidato a deputado estadual. O MDB de Quirinópolis foi um dos primeiros a declarar apoio a Gustavo. Familiares do saudoso ex-deputado estadual Sodino Vieira, que foi um importante líder do MDB ao lado de Iris e Maguito, participaram do evento.

Candidato pelo PSD em 2020, Ronnie Cézar, reforçou apoio a Gustavo e pediu pra ele não esquecer dos aliados de primeira hora. O atual governador tem sido reconhecido pelos políticos goianos como um líder que não respeita os aliados de primeira hora, haja vista, que faltando mais de um ano pra eleições chamou um adversário pra ser vice em 2022 em detrimento de aliados de primeira hora como o atual vice-governador Lincoln Tejota (Cidadania).

O ex-vereador Soró, que também disputou a prefeitura de Quirinópolis, anunciou que Gustavo Mendanha pode contar com o apoio do PL no município. Presente no encontro suprapartidário, o presidente estadual do PL, Flávio Canedo, e a deputada federal Magda Mofatto (PL) reforçaram o apoio a Gustavo em 2022 em nível estadual. Magda participou de toda agenda de Gustavo neste fim de semana.

O deputado estadual Paulo Cézar Martins (MDB), que é da região, e tem caminhado com Gustavo por todo estado reforçou apoio ao projeto de oposição liderado por Gustavo.

O deputado estadual Cláudio Meirelles (PTC), que acompanhou a comitiva de Mendanha na região Sudoeste, disse que Gustavo será candidato e vai ser eleito governador em 2022. “Elegemos o atual governador pra olhar pra frente, mas ele só consegue olhar pra trás”, afirmou o deputado, que em 2018, apoio o atual governador.

O encontro suprapartidário em Quirinópolis contou com a participação de lideranças políticas filiadas no MDB, PL, PSD, Solidariedade, PSL, Progressistas e até do DEM e das cidades de Quirinópolis, Aparecida do Rio Doce, Caçu, São Simão, Maurilândia, Rio Verde, Inaciolândia, Paranaiguara, Goiatuba e Gouvelândia.

Após o encontro suprapartidário em Quirinópolis, Gustavo Mendanha participou da celebração do aniversário do município de Panamá, a convite do prefeito Zé Wilson (PL).

Moção de Aplausos

O presidente da Câmara de Quirinópolis, Fernando Novais (Solidariedade), aproveitou a ocasião para entregar uma moção de aplausos ao prefeito Gustavo Mendanha pela gestão em Aparecida.

“Graças ao trabalho em Aparecida, Gustavo Mendanha hoje é uma liderança regional e com destaque nacional pela votação superior aos 90%”, destacou o presidente da Câmara de Quirinópolis.

Os vereadores Romisdete (MDB), Paulinho da Usina (MDB), Oscar Junior (PL), Wellington Faustino (PSD), Núbia Theodoro (MDB), Alex da Farmácia (PP) e Gustavo Mourão (Solidariedade) participaram do ato e destacaram que o melhor para Goiás é a eleição de Gustavo em 2022.

Apenas nesta semana, Mendanha recebeu três moções de aplausos. Quirinópolis, Senador Canedo e São Simão.