Juiz sentencia autor de ataque à Maratona de Boston à morte

0
38

Um juiz federal dos Estados Unidos condenou ontem (24) formalmente à pena de morte Dzhokhar Tsarnaev, em audiência em que o ex-estudante, de 21 anos, pediu desculpas às suas vítimas. Ele é um dos autores do duplo atentado ocorrido em 2013 em Boston, que matou três pessoas e deixou 264 feridas.

“Condeno-o à morte por execução”, sentenciou o juiz George O’Toole, no Tribunal Federal de Boston, no Nordeste dos Estados Unidos, na sequência da decisão do júri popular proferida no dia 15 de maio.

“Gostaria de pedir desculpa às vítimas e aos sobreviventes. Sou culpado”, disse o ex-estudante, em sua primeira declaração pública desde os atentados em 2013.

O atentado foi considerado o mais grave dos Estados Unidos desde os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 em Nova York.

O jovem foi considerado culpado de 17 crimes, entre os quais, uso de arma de destruição com a intenção de matar, assim como de assistir, planejar e executar a morte de quatro pessoas, três das quais mortas no atentado. A quarta vítima foi um agente da polícia atingido por tiros dias depois do atentado, durante uma perseguição.

Dzhokhar Tsarnaev foi também acusado de provocar ferimentos em 246 pessoas, 17 das quais sofreram amputações graves.

A defesa de Tsarnaev reconheceu que ele participou do atentado, mas afirmou que o mandante foi o seu irmão mais velho, Tamerlan, que foi morto durante a perseguição policial ocorrida dias depois.