Jeep Renegade gabarita teste e é o carro mais seguro feito no Brasil

0
115

O Latin NCAP (instituto que avalia a segurança dos veículos vendidos na América Latina), divulgou nesta quarta-feira (15) os resultados de mais uma bateria de testes da fase 6 do programa. A grande “estrela” da apresentação foi o Jeep Renegade, SUV compacto recém-lançado no Brasil e que é produzido pela Fiat-Chrysler na fábrica de Goiana (PE).

Mesmo sendo avaliado na versão de entrada, a Sport 1.8 (R$ 69.900 com câmbio manual, ou R$ 75.900 com transmissão automática), que conta apenas com os obrigatórios airbags frontais, o modelo correspondeu às expectativas: obteve a nota máxima (cinco estrelas) tanto em proteção para adultos quanto para crianças.

Tornou-se, assim, o automóvel mais seguro entre todos os que são produzidos no Brasil e já passaram pela avaliação da entidade. Também se juntou ao Volkswagen Golf, feito no México, como o segundo modelo vendido por aqui a receber número máximo de estrelas nos dois quesitos.

O subcompacto up!, também da Volks e fabricado no Brasil, havia recebido cinco estrelas em proteção para adultos em janeiro de 2014; mas recebeu quatro estrelas em proteção infantil.

No teste de colisão frontal a 64 km/h, a estrutura habitáculo se manteve praticamente intacta, com nível aceitável de deformação do painel. O órgão considerou ainda que cintos de segurança (com pré-tensionadores) e airbags funcionaram bem de forma conjunta, proporcionando segurança boa ou adequada para cabeça, tronco e pernas de motorista e passageiro adultos.

A proteção para as duas crianças de 1,5 e três anos também agradou: seguindo a nova regulamentação para prender as cadeirinhas, e munido de ganchos Isofix e cintos eficientes, o Renegade conseguiu evitar movimentação excessiva dos bonecos.

Já no teste de colisão lateral a 50 km/h, o chassi seguiu os padrões recomendados: apresentou deformação maior na parte de baixo, protegendo a parte superior das colunas e, consequentemente, a cabeça dos passageiros.

Por fim, o veículo ganhou pontos por acrescentar um guia claro de instalação das cadeirinhas no manual, além de etiquetas explicando quais são os posicionamentos mais indicados.

UOL