IML aguarda família do DF para reconhecer vítimas de colisão

PRE identificou possíveis familiares de cinco vítimas do acidente.

acidenteO Instituto Médico Legal (IML) de Ceres, na região central de Goiás, aguarda até terça-feira (7) a chegada de possíveis familiares de cinco das sete vítimas que morreram carbonizadas em um acidente na GO-080. Segundo o órgão, a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) identificou familiares dos mortos que moram em São Sebastião, no Distrito Federal, por meio da placa do VW Fox onde estavam as vítimas.

Os corpos que estão no instituto são de duas pessoas do sexo feminino e três do sexo masculino. Apesar da suspeita dos familiares, a identificação dos corpos depende de exame de DNA.

No sábado (4), as outras duas vítimas do acidente foram identificadas. A empresária Rosália Damasceno Pereira Pires, 55, e o empregado dela Janderson Cardoso Alves, 27, foram reconhecidos por meio de pertences dos dois encontrados no local da colisão. Familiares fizeram exames de DNA, mas o resultado ainda não ficou pronto e, mediante um termo de responsabilidade, os corpos foram liberados e enterrados no mesmo dia.

O acidente aconteceu na sexta-feira (3), no km 17 da rodovia, entre Jaraguá e Goianésia. Os carros, um VW Fox com placa de Brasília e um Kia Sorento de Goiânia, colidiram de frente Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o primeiro veículo transportava cinco pessoas, e o outro, duas.

Com o impacto, os veículos pegaram fogo e as vítimas morreram carbonizadas. A polícia suspeita que o acidente tenha sido provocado por uma ultrapassagem ou pela aquaplanagem de um dos veículos, já que a pista estava molhada.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios