Helicóptero apreendido com cocaína é devolvido à família Perrela

0
43

helicopteroO helicóptero apreendido em novembro de 2013, no Espírito Santo, com quase meia tonelada de cocaína, foi devolvido à família do senador Zezé Perrela (PDT) , após determinação do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, no Rio de Janeiro.

Segundo informações do Estadão, a decisão contrariou parecer do Ministério Público Federal, “que defendida que o embargo deveria ser mantido até o trânsito em julgado do processo e a apreensão da aeronave interessa à instrução criminal”. O helicóptero estava à disposição do governo mineiro e da Polícia Federal. Apesar da decisão, os donos não poderão alienar ou se desfazerem do helicóptero até o fim do processo.

A ação tem como réu o piloto Rogério Almeida Antunes, ex-funcionário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Ele foi indicado para o posto pelo deputado estadual Gustavo Perrella (Solidariedade), filho do senador e um dos sócios da empresa na qual a aeronave está registrada.

Em julho, o GGN publicou uma reportagem sobre o helicóptero da família Perrela e a suspeita de que o equipamento tenha pousado em pistas sem fiscalização ao longo do território mineiro. O caso do aeroporto de Cláudio, ainda sem registro junto à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), remeteu a essa possibilidade.

No dia 12, o TRF-2 acolheu a defesa de Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, que representa a família Perrella. “O advogado alegou que não havia provas de envolvimento dos donos da aeronave com o transporte da droga. O recurso foi acatado por 2 votos a 1”, informa o Estadão. “Meu cliente foi vítima de apropriação indébita. Em nenhum momento havia o mínimo indício da participação dele com o episódio”, disse Kakay.

GGN