Hebert faz história e leva ouro no box

Da Redação
07/08/2021 - 07:33
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Hebert faz história e leva ouro no box

A maior conquista que um atleta almeja alcançar veio dos punhos Hebert Conceição (75kg). Após um lindo nocaute no terceiro round, o Brasileiro se tornou campeão olímpico da categoria dos médios, em Tóquio.

Hebert Conceição teve uma luta duríssima. Oleksandr Khyzhniak, da Ucrânia, pressionou o brasileiro com muita intensidade, desde o início do combate. Com um volume incrível de golpes e agarrando de forma exagerada, o ucraniano conseguiu, nos dois primeiros rounds, praticamente garantir a vitória por pontos. Mas a luta não havia acabado.

No terceiro round, Hebert encaixou de forma precisa um cruzado de esquerda que simplesmente inviabilizou que o atleta da Ucrânia pudesse continuar no combate. Por nocaute, não apenas o Hebert, mas toda a Equipe Olímpica Permamente do Boxe do Brasil venceu a luta e conquistou o Ouro Olímpico.

Hebert, um talento

Descoberto pelo treinador baiano Davi Bispo, Hebert participou em 2012 do tradicional Campeonato Brasileiro de Boxe Cadete. Na ocasião, Hebert teve o apoio do presidente da Federação de Boxe do Estado da Bahia, Joilson Santana, que o encaminhou para o treinador Marco Antônio, o “Marquinhos”, que o acompanhou naquele campeonato. Hebert foi campeão brasileiro da categoria cadete e, já naquela época, seu talento despertou o interesse da Equipe Olímpica Permanente da CBBoxe.

Com informações da Confederação Brasileira de Box e do COB