Gustavo diz que gestão correta dos recursos públicos permitiu pagar 3 folhas em 30 dias

Da Redação
17/12/2021 - 21:05
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Gustavo diz que gestão correta dos recursos públicos permitiu pagar 3 folhas em 30 dias

Com os pagamentos adiantados, Prefeitura injeta R$ 100 milhões na economia de Aparecida; segundo o prefeito, boa saúde financeira do município resulta de planejamento a longo prazo

O anúncio feito nesta quinta-feira (16) na entrevista coletiva do prefeito Gustavo Mendanha, da revisão geral de 9,94% nos salários dos servidores públicos municipais de Aparecida, ocorre num contexto em que a Prefeitura de Aparecida paga três folhas salariais dentro de 30 dias.

Em 25 de novembro, a gestão municipal pagou, antes do limite do prazo legal, a folha de pagamento de novembro. No dia 6 de dezembro, a Prefeitura de Aparecida depositou integralmente o 13º dos servidores. E, segundo anunciou hoje o prefeito Gustavo Mendanha, ele enviou nesta quinta-feira a autorização para depositar os salários de dezembro na conta dos servidores na segunda-feira (20), também de forma adiantada, antes do Natal.

Na soma das três folhas, são mais de R$ 100 milhões em recursos que, na expectativa da Prefeitura de Aparecida, devem movimentar a economia da cidade neste fim do ano.

“Isso possibilita uma retomada mais rápida, um crescimento mais célere e a volta à vida normal com mais brevidade, possibilitada pelo trabalho que nós temos de planejamento e de enfrentamento à Covid”, comentou Gustavo ao lado do vice-prefeito Vilmar Mariano.

Gustavo atribuiu a saúde financeira do município, compatível com o pagamento de 3 folhas salariais em 30 dias, ao modelo de gestão fiscal executado desde a administração do ex-prefeito Maguito Vilela. Há 11 anos consecutivos Aparecida mantém nota A (a maior) na Secretaria do Tesouro Nacional, no critério de capacidade de pagamento. 

Segundo o prefeito, essa é uma realidade na gestão pública vivida por pouco mais de 10% dos municípios brasileiros, entre eles, Aparecida de Goiânia. E por isso, lembrou, foi possível anunciar ontem também o abono salarial para cerca de 5 mil trabalhadores da Rede Municipal de Educação. Eles devem receber o recurso até a 1ª quinzena de janeiro.

“O pagamento não será restrito apenas aos professores e pedagogos, será ampliado para todos os profissionais da educação, dos setores administrativos e de conservação, como merendeiras e auxiliares de serviços gerais”, reafirmou Gustavo.

Além de Vilmar Mariano, também acompanharam Gustavo Mendanha no anúncio da revisão da data-base membros do secretariado, o presidente da Câmara Municipal de Aparecida, André Fortaleza (MDB), e outros parlamentares da Casa.