Governo autoriza reajuste de 10,48% para serviço de táxi em Brasília

taxiO governo autorizou reajuste geral do serviço de táxi em Brasília, em 10,48%. A bandeirada — valor inicial da corrida — subirá de R$ 4,08 para R$ 4,50. E o preço da hora parada sairá de R$ 24,70 para R$ 27,28. Os novos valores começam a valer imediatamente após a publicação do decreto no Diário Oficial do Distrito Federal, o que deve ocorrer ainda esta semana. Este foi o segundo aumento em um ano e quatro meses.

A revisão da tarifa foi uma das conquistas da categoria. Acompanhando a legislação federal, a mulher (ou marido) de taxistas e os filhos deles passarão a ter o direito de herdar a permissão no caso de morte do titular. A decisão segue norma federal, sancionada pela presidente Dilma Rousseff no ano passado, justamente na sede do Sindicato dos Taxistas Profissionais do DF (Sinpetaxi).

Outro benefício autorizado pelo governo é a dispensa do curso de capacitação uma vez por ano. Agora, os taxistas só precisarão se reciclar uma vez a cada quatro anos. A presidente do Sinpetaxi, Maria do Bomfim, comemorou as conquistas, apesar de não ter obtido o índice de aumento reivindicado pelo sindicato. “Pedimos 26,48%, mas o governo concedeu só a reposição das perdas decorrentes da inflação”, ressaltou.

Questionada sobre os possíveis prejuízos da prorrogação da validade do curso de capacitação profissional, uma vez que os serviços são duramente criticados pelos usuários, Maria do Bomfim respondeu com uma pergunta. “Qual categoria funciona 100% certo? Nenhuma. Sempre tem alguém trabalhando errado. Neste caso, é só o usuário ligar no 156 e fazer a denúncia”, recomendou.

O governo também reativou a Junta Administrativa da Secretaria de Transportes, que julga os recursos e processos referentes às demandas do setor. Durante a solenidade de assinatura do decreto, o governador Agnelo Queiroz declarou que essas “são medidas que ajudam a categoria e são muito importantes para a economia do Distrito Federal”. Ele destacou que os taxistas deram mostras do trabalho que realizam durante a Copa do Mundo, quando receberam bem os turistas.

Correiobraziliense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios