Governo anuncia medidas para incentivar a prática do skate no DF

0
54

dfO Distrito Federal ganhará uma política para o Skate. O objetivo é regular as ações voltadas para o esporte, como padronização de pistas, criação de calendários para eventos nacionais e internacionais e normatização para utilização e segurança dos skatesparques.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (21) após reunião no Palácio do Buriti, onde o governador do DF assinou decreto criando a comissão que vai debater o assunto. Segundo a Federação de Skate do Distrito Federal (FSKTDF), a medida beneficiará cerca de 100 mil atletas da região.

“Estamos nesse projeto há quatro anos. O grande beneficiado disso tudo é o atleta, seja profissional ou amador”, destacou o vice-presidente da Federação, Eduardo Apra.

BRASÍLIA SKATE PLAZA – Outra boa notícia para os amantes do skate é a construção do Brasília Skate Plaza no estacionamento 4 do Parque da Cidade, que pretende ser o maior skateparque da América Latina, superando os 21 mil metros quadrados do espaço de São Bernardo do Campo, em São Paulo.

O projeto é do arquiteto Márcio Brandão, da Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano, que também é praticante do esporte e pesquisou várias pistas pelo Brasil para chegar ao modelo.

“São entre 12 e 13 mil metros de pista e uma área total com cerca de 33 mil metros quadrados. Não é apenas uma área para skatistas, mas para toda a família, uma vez que terá espaços de convivência, lanchonete, estrutura para banheiro e tudo que for necessário para atender o público”, explicou Brandão.

O próximo passo será abrir licitação para contratar as empresas que vão analisar o projeto gráfico e elaborar o projeto executivo. “O Brasília Skate Plaza alia a preservação do patrimônio cultural e urbanístico à modernização dos espaços públicos da cidade”, enfatizou o secretário de Governo, Gustavo Ponce de Leon.

PRAÇA DO DI – Taguatinga voltará a ter seu half pipe em breve. Após a demolição do antigo perímetro, está em fase de estruturação o projeto para uma nova pista. O GDF explica que os skateparques não são obras simples. Precisam estar nos padrões adequados, tanto técnicos quanto de segurança.

A nova pista terá cerca de proteção, iluminação e segurança para garantir aos esportistas um melhor aproveitamento do espaço.

Satisfeito com o resultado da reunião, o administrador de Taguatinga, Antônio Sabino, viu como positivo o encontro com os skatistas. “O resultado de tudo isso é que é possível fazer ações tendo por base as demandas da sociedade e, assim, apresentar projetos viáveis dentro das políticas públicas”, argumentou.

GDF