Goiás: Wagner comenta possível saída: “não me falaram nada, mas me coloco à disposição”

0
58

goiasApesar da classificação à próxima fase da Copa do Brasil, o Goiás voltou a mostrar uma atuação bastante contestada, foi vaiada no estádio Serra Dourada e aumentou ainda mais a incerteza sobre a continuidade de Wagner Lopes no comando do Verdão. Durante a semana muito se falou que a paciência da diretoria tinha chegado ao fim e, inclusive, nomes começaram a aparecer nos bastidores.

O técnico Wagner Lopes não evitou o assunto, mas primeiramente, falou sobre o resultado vitorioso diante do Santo André e a classificação à próxima fase:

“A classificação é muito importante, dá maturidade e desenvolve a equipe. Uma competição de mata-mata de nível nacional vai ser muito importante para o crescimento do Goiás como equipe e dos jogadores no seu individual. Não foi um jogo brilhante, mas todos ocuparam os espaços da melhor maneira e estão de parabéns pela classificação”.

Já sobre o seu desempenho, ele diz que não foi comunicado de nada no Goiás, porém, diz que não ficará surpreso ou chateado com uma possível demissão:

“Sou funcionário do Goiás, até agora não me falaram nada mas eu me coloco à disposição. Vai ser uma opção deles e não cabe a mim julgar. Tenho 72% de aproveitamento, nosso dia a dia é bom e nunca reclamei das condições de que me deram para trabalhar. Só espero que caso queiram me demitir, que eu fique sabendo antes da imprensa”.

No gol do Goiás, a comemoração do elenco foi justamente próxima ao treinador, demonstrando apoio à ele. Para Wagner Lopes, o gesto foi importante:

 “Fiquei muito feliz com a demonstração de apoio, sai muita coisa na imprensa e me deixa com a consciência tranquila de que mesmo com as opiniões contrarias os jogadores dão apoio. A gente não controla o que fala de nós, mas a gente controla o que fala dos outros. Minha retidão e meu caráter sempre vai ser o mesmo e eles sabem disso”, finaliza.

730