Goiás não resiste a dupla do Flu e perde para o Tricolor no Serra por 2 a 0

Verdão até cria boas chances, mas não consegue ultrapassar a barreira Diego Cavalieri, que faz boas defesas.

400Em um campeonato de pontos corridos, todo mundo sabe que o premiado é sempre aquele que mantém uma regularidade. Isso o Goiás não conseguiu ter nessa Série A. Depois de engatar bons resultados e pensar que chegou a hora de embalar, o time volta a oscilar e comprovou isso com mais uma derrota, dessa vez no Serra Dourada, para o Fluminense, por 2 a 0.

O Jogo

Com o esquema tático alterado em relação ao jogo passado, o Goiás não conseguiu ser dinâmico e o Flu parecia em casa nos primeiros minutos. Bruno Mineiro, opção feita por Ricardo Drubscky, não funcionou mais uma vez e o time esmeraldino parecia travado. Aos sete minutos, o Flu chegou com perigo pela esquerda após passe desconcertante de Conca para Chiquinho, mas a zaga esmeraldina salvou.

O Goiás, tímido, só agrediu pela primeira vez aos 13min, quando Lima tentou cruzamento e Edson teve trabalho para cortar. Se soltando aos poucos, o time esmeraldino foi quem teve a melhor chance primeiro, mas o inacreditável entrou em campo. Em contra-ataque rápido, aos 20min, Moisés serviu Bruno Mineiro livre, em posição legal, mas o atacante, na cara de Cavalieri, chutou na rede pelo lado de fora, para desespero de Erik, que estava livre.

Como quem não faz leva, o centroavante do Tricolor carioca não perdoou. Conca, com uma técnica impressionante, deu passe com açúcar para Jean dentro da área, o volante cruzou rasteiro para o meio e Fred, sem goleiro, só completou para o gol vazio. Aí, ainda que tarde demais, o Goiás acordou. Aos 30 e aos 41min, Erik travou batalha com Cavalieri, e nas duas, o goleiro tricolor conseguiu espalmar. No fim, aos 45min, David acertou lindo sem-pulo, mas Guilherme tirou em cima da linha.

2º tempo

Satisfeito após o despertar da equipe, Drubscky não fez mudanças no intervalo. Só que o Goiás não voltou com a mesma produção e passou a apostar mais no abafa, que quase nunca dá resultado. Assim, começou o chuveirinho, com Lima e Moisés tentando diversos cruzamentos, todos sem êxito. Aos nove minutos, David cobrou falta na área, Amaral cabeceou, mas a bola passou por cima.

Somente aos 20min foi que o time goiano conseguiu trabalhar a bola e criar uma chance aguda contra a meta tricolor. Thiago Mendes foi lançado, ganhou de Chiquinho e bateu cruzado, mas Diego Cavalieri se esticou e conseguiu tirar com a ponta dos dedos. Aos 26min, o Flu respondeu com jogada individual de Jean, que bateu por cima.

Drubscky, a essa altura, já havia tentado agitar a equipe com as entradas de Murilo, Saturnino e Tiago Real, mas nada dava resultado. Já o Flu, na boa, atacava e levava perigo. Aos 33, Conca bateu falta na área, Wagner finalizou, mas Jackson impediu o gol. Aos 37min, outra vez Wagner fez a tentativa, mas Renan foi quem defendeu em dois tempos. Aos 43min, veio o golpe final: em contra-ataque rápido, Chiquinho recebeu de Wagner e cruzou rasteiro para Conca completar e fechar o placar.

730

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios