Goiás fica na frente duas vezes, toma virada e acaba goleado pelo Corinthians: 5 a 2

0
42


goiasParecia que seria diferente. Depois de três jogos, o Goiás voltou a balançar a rede, e não foi só uma, e sim duas vezes. Só que a defesa esmeraldina, outra vez, não suportou. Tomou cinco. E poderia ter sido bem mais, não fosse os milagres do goleiro Renan, que fez cinco defesas incríveis. Ele só não teve a sorte contra um goiano de Anápolis, que começou no Atlético-GO: Luciano, que com três gols, foi o destaque do Corinthians na vitória por 5 a 2 sobre o Goiás.

O Jogo

Assim como tem feito em todos os jogos, quase como uma regra, o Goiás observou o adversário nos primeiros minutos. Mas com uma escalação mais ofensiva, com Murilo em campo, conseguiu a ousadia que Drubscky queria. Com cinco minutos, o time paulista perdeu a primeira chance, após levantamento de Jadson que Anderson Martins não aproveitou. Aos seis, Ralf se enganchou com Lima e caiu na área pedindo o pênalti, mas o jogo seguiu. Aí, o Goiás apareceu.

Aos 10min, quando o Corinthians tentava pressionar, David recuperou uma bola e deu um bolão para Thiago Mendes, que eu posição legal, entrou sozinho e tocou de chapa, sem chance para Cássio. O gol assustou, mas o Corinthians continuou martelando. Aos 14min, Renato Augusto disparou, mas a bola passou por cima. Aos 16min, foi a vez de Jadson tentar de longe, mas Romero desviou e quase enganou Renan, que viu a bola passar por cima.

De tanto martelar, veio o empate. Aos 22min, Jadson bateu escanteio da direita e Guerrero subiu mais alto para testar firme e marcar. A pressão continuou e o Goiás tentava se virar. Aos 28min, Ralf quase virou em um voleio, mas a bola subiu, enquanto que aos 31, Renato Augusto bateu e a bola parou na rede pelo lado de fora. Aí, começou a surgir Renan. Aos 37min, o goleiro esmeraldino fez o primeiro milagre em testada de Romero, evitando o gol e segurando o empate.

2º tempo

Com Luciano no lugar de Romero, o Corinthians parecia ainda mais determinado e ainda mais técnico. Entretanto, o Goiás parecia mais dono de si, e foi pra cima. Aos sete minutos, Bruno Mineiro teve uma rara chance, de fora da área, mas o disparo de canhota parou na ponta dos dedos de Cássio. O Corinthians deu a resposta aos 12min, com o goiano Luciano, mas o meia-atacante desperdiçou chance incrível na saída de Renan, chutando pra fora.

Um minuto depois, Renan voltou a fazer das suas. Após cruzamento, Elias, que já atuava quase como um atacante, cabeceou e o goleiro esmeraldino tirou como deu. Aberto atrás, o Timão derrapou e o Verdão se deu bem. Em falta pela direita, Lima cobrou forte, Jackson saiu de trás da defesa e cabeceou, sem chance para Cássio, que ficou pedindo impedimento inexistente. No lance, Mano Menezes também reclamou muito e foi expulso. Vitória encaminhada? Doce ilusão.

Aos 19min, em boa jogada de Guerrero, a bola sobrou para Renato Augusto, que disparou cruzado e Elias, em posição legal, completou pra rede. O volante, aos 24min, quase marcou o terceiro, mas Renan fez novo milagre. O Goiás parecia não mais suportar o bombardeio e tentava alguma saída. Erik e João Paulo entraram, mas foi pouco. Lodeiro entrou do outro lado e foi fator determinante para a virada.

Aos 28min, o uruguaio iniciou a jogada para Luciano, que dentro da área, pela esquerda, bateu forte e Renan salvou o Goiás outra vez. Aos 32min, o goleiro foi superado, não conseguiu impedir a virada e a derrota anunciada. Lodeiro cobrou falta na cabeça de Luciano, que tocou de leve e colocou o Timão na frente. Aí, começou o show do meia que iniciou no Atlético-GO: aos 39min e aos 43min, ele fez mais dois e decretou a goleada por 5 a 2.

730