Frutas vermelhas ajudam a emagrecer, aponta pesquisa

0
174

Frutas vermelhas têm poder de transformar gordura branca em gordura bege, tipo que consegue queimar calorias

O equivalente a duas ou três porções por dia de frutas vermelhas, como morango, mirtilo e framboesas, além de uva e mel, pode ajudar a transformar a gordura em excesso em “gordura bege”, um terceiro tipo de gordura, além da branca e da marrom, que queima calorias.

Com o vinho tinto também é possível obter um efeito similar. Por mérito do resveratrol, um antioxidante que, entre seus efeitos benéficos, tem também aquele de combater a obesidade. É o que diz uma pesquisa da Universidade do Estado de Washington, publicada no periódico International Journal of Obesity.

Os pesquisadores desenvolveram os experimentos em ratos de laboratório, administrando a alguns deles o equivalente de resveratrol encontrado em duas ou três porções de frutas, mais ou menos 340 gramas. Não apenas os ratos seguiram uma dieta rica em gordura, eles também apresentaram 40% menos de gordura em relação àqueles que não tinham recebido o resveratrol.

O estudo demonstrou que os ratos que ingeriram a substância foram capazes de converter a “gordura branca” em excesso em “gordura bege”, que queima calorias, reduzindo, então, o aumento de peso.

O vinho tinto, como o Merlot ou Cabinet Sauvignon, contém resveratrol, mas a quantidade é só uma fração em relação ao que se encontra na uva, recorda o professor Min Du, autor da pesquisa. Ele diz também que o resveratrol é somente um dos polifenois da fruta que podem ter efeito benéfico para a saúde.

IG