Aparecida de Goiânia, terça-feira, 11 de maio de 2021
Meio Ambiente

Fiscalização flagra caminhão despejando entulho em local inapropriado

Redação
22 de abril de 2021

Um caminhão caçamba foi apreendido em flagrante nesta quinta-feira, 22, ao fazer o descarte irregular de entulho em uma área sem edificações no Jardim Bela Vista, em Aparecida de Goiânia.

Por meio de denúncia anônima, fiscais das secretarias de Meio Ambiente (Semma) e Desenvolvimento Urbano com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) foram até o local e constataram a irregularidade.

O caminhão já tinha descarregado duas caçambas de entulho na área pública. O veículo foi apreendido minutos depois, no mesmo bairro, carregado de restos de materiais de construção.

Uma moradora do bairro afirma que falta consciência da população. “A prefeitura já limpou a área várias vezes e mesmo assim pessoas sem consciência descartam todo tipo de entulho aqui”, disse ela. “Geralmente são moradores de outros bairros, e até de Goiânia, que vem aqui e depositam todo tipo de lixo, entulho e animais mortos”, afirmou um morador do Jardim Bela Vista.

De acordo com os fiscais, o material estava sendo recolhido da Vila Redenção, na capital, e descartado de forma clandestina em Aparecida de Goiânia. O condutor confessou que havia sido contratado para fazer o transporte de todo o resíduo. O caminhão foi multado em R$ 5 mil pela infração ambiental cometida e levado para o pátio de apreensão da Secretaria de Meio Ambiente.

“Recebemos denúncia na Secretaria de Desenvolvimento Urbano e nossa equipe deslocou imediatamente até o local para averiguar o caso. São situações como essa que prejudicam a população. É importante as pessoas se conscientizarem e fazerem o descarte correto de todo material inutilizável, além de colaborar com a limpeza urbana da cidade. É um ato de cidadania cuidar do bairro onde moramos”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Urbano de Aparecida, Max Menezes.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Claudio Everson, reforça que a população pode ainda ajudar na fiscalização. “Nossa atuação é contínua e os moradores de Aparecida podem contribuir com o trabalho dos fiscais da Semma, denunciando qualquer dano ambiental ou irregularidade. A Central de Atendimento da Semma, que funciona 24h, pode ser acionada pelos telefones telefone 3238-7216 e 3238-7217 ou enviar vídeos e mensagem de texto para WhatsApp 98459-1661.

Dano ambiental

O descarte irregular de entulho e lixo em lotes baldios e áreas públicas é crime contra o meio ambiente e gera uma série de problemas para quem vive próximo ao local onde esse material é descartado. Entre eles, proliferação de insetos e aumento do número de criadouros do mosquito Aedes Aegypti, que transmite dengue, zika vírus, febre amarela e chikungunya.  As multas para quem comete esse crime, conforme legislação municipal, variam de R$ 500 a R$ 5.000,00.

Em média são recolhidas cerca de 4,2 mil toneladas de entulho e/ou lixo descartados irregularmente nesses locais todos os meses pela Prefeitura de Aparecida, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano. “Para realizar esse trabalho, a SDU emprega servidores e maquinário que poderiam ser usados em outras frentes como na reforma e construção de praças, poda de árvores e outros serviços”, aponta o secretário Max Menezes.

Para realizar a retirada dos resíduos despejados de forma irregular a SDU dispõe de caminhões trucados, pás carregadeiras, motoristas, auxiliares e fiscais. “Pedimos que as pessoas descartem de forma correta esse tipo de material. Quem está construindo ou reformando um imóvel deve se responsabilizar pelo entulho. Para isso, basta alugar um contêiner de uma empresa credenciada à prefeitura e não descartar no lote ao lado”, destaca Menezes.

O secretário explica que a SDU está autorizada a recolher, caso solicitada pela população, até 1,5 metros de entulho e resíduos. Esse serviço é solicitado pelos telefones: 3545-5930 e 3545-6040.

Um caminhão caçamba foi apreendido em flagrante nesta quinta-feira, 22, ao fazer o descarte irregular de entulho em uma área sem edificações no Jardim Bela Vista, em Aparecida de Goiânia.

Por meio de denúncia anônima, fiscais das secretarias de Meio Ambiente (Semma) e Desenvolvimento Urbano com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) foram até o local e constataram a irregularidade.

O caminhão já tinha descarregado duas caçambas de entulho na área pública. O veículo foi apreendido minutos depois, no mesmo bairro, carregado de restos de materiais de construção.

Uma moradora do bairro afirma que falta consciência da população. “A prefeitura já limpou a área várias vezes e mesmo assim pessoas sem consciência descartam todo tipo de entulho aqui”, disse ela. “Geralmente são moradores de outros bairros, e até de Goiânia, que vem aqui e depositam todo tipo de lixo, entulho e animais mortos”, afirmou um morador do Jardim Bela Vista.

De acordo com os fiscais, o material estava sendo recolhido da Vila Redenção, na capital, e descartado de forma clandestina em Aparecida de Goiânia. O condutor confessou que havia sido contratado para fazer o transporte de todo o resíduo. O caminhão foi multado em R$ 5 mil pela infração ambiental cometida e levado para o pátio de apreensão da Secretaria de Meio Ambiente.

“Recebemos denúncia na Secretaria de Desenvolvimento Urbano e nossa equipe deslocou imediatamente até o local para averiguar o caso. São situações como essa que prejudicam a população. É importante as pessoas se conscientizarem e fazerem o descarte correto de todo material inutilizável, além de colaborar com a limpeza urbana da cidade. É um ato de cidadania cuidar do bairro onde moramos”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Urbano de Aparecida, Max Menezes.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Claudio Everson, reforça que a população pode ainda ajudar na fiscalização. “Nossa atuação é contínua e os moradores de Aparecida podem contribuir com o trabalho dos fiscais da Semma, denunciando qualquer dano ambiental ou irregularidade. A Central de Atendimento da Semma, que funciona 24h, pode ser acionada pelos telefones telefone 3238-7216 e 3238-7217 ou enviar vídeos e mensagem de texto para WhatsApp 98459-1661.

Dano ambiental

O descarte irregular de entulho e lixo em lotes baldios e áreas públicas é crime contra o meio ambiente e gera uma série de problemas para quem vive próximo ao local onde esse material é descartado. Entre eles, proliferação de insetos e aumento do número de criadouros do mosquito Aedes Aegypti, que transmite dengue, zika vírus, febre amarela e chikungunya.  As multas para quem comete esse crime, conforme legislação municipal, variam de R$ 500 a R$ 5.000,00.

Em média são recolhidas cerca de 4,2 mil toneladas de entulho e/ou lixo descartados irregularmente nesses locais todos os meses pela Prefeitura de Aparecida, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano. “Para realizar esse trabalho, a SDU emprega servidores e maquinário que poderiam ser usados em outras frentes como na reforma e construção de praças, poda de árvores e outros serviços”, aponta o secretário Max Menezes.

Para realizar a retirada dos resíduos despejados de forma irregular a SDU dispõe de caminhões trucados, pás carregadeiras, motoristas, auxiliares e fiscais. “Pedimos que as pessoas descartem de forma correta esse tipo de material. Quem está construindo ou reformando um imóvel deve se responsabilizar pelo entulho. Para isso, basta alugar um contêiner de uma empresa credenciada à prefeitura e não descartar no lote ao lado”, destaca Menezes.

O secretário explica que a SDU está autorizada a recolher, caso solicitada pela população, até 1,5 metros de entulho e resíduos. Esse serviço é solicitado pelos telefones: 3545-5930 e 3545-6040.

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2021
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram