Fiscais flagram produtos vencidos em supermercado de Goiânia

0
338

produtoA Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde interditou, nesta terça-feira (19), parte de uma das lojas da rede de supermercado Bretas por vender produtos fora do prazo de validade, em Goiânia. Os fiscais do órgão chegaram até a unidade, que fica no Setor Norte Ferroviário, após a denúncia de um consumidor, que fotografou diversos alimentos vencidos. A gerência do estabelecimento informou que este foi um problema pontual.

Entre os produtos encontrados fora do prazo de validade estão frios, como iogurte que venceram há 11 dias, e embutidos, como salsichas que deveriam ter sido retiradas da prateleira no último dia 15. Além dessas irregularidades, a Vigilância Sanitária também encontrou produtos com a data de vencimento apagada e alimentos sendo acondicionados fora da temperatura ideal.

“Nós já interditamos parte das vendas dos frios desse supermercado. Parte dos embutidos mostrados já foi interditada. À tarde, será feita a apreensão de todos esses produtos e vamos destinar para o aterro sanitário de Goiânia”, disse o diretor da Vigilância Sanitária Municipal, Geraldo Rosa.

A gerência do estabelecimento informou que o problema aconteceu devido à falha de um funcionário, que já foi demitido. O supermercado disse ainda que é feito um controle rigoroso das mercadorias. A administração explicou ainda que, caso o consumidor compre produtos vencidos, ele pode ser ressarcido pelo supermercado, apresentando o produto e o cupom fiscal.

Problemas recorrentes
De acordo com a superintendente da Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon), Darlene Araújo, desde janeiro deste ano, já foram feitas 478 autuações a supermercados na Grande Goiânia. “Neste supermercado, nós já apreendemos 800 kg de alimentos, ou seja, quase uma tonelada. De todas as 478 autuações, foram [apreendidas] três toneladas. Só nesse supermercado, quase uma tonelada”, afirmou.

Para o diretor da Vigilância Sanitária, este não é um problema pontual, conforme alegou o estabelecimento. “Essa é uma rede que tem dado muitos problemas para nós. Anteriormente, nós interditamos uma outra loja dessa mesma rede por questões de acondicionamentos de produtos na temperatura ideal. Também foi o caso hoje. Além dos alimentos vencidos, nós encontramos fora da temperatura ideal de conservação”, explicou.

No dia 7 deste mês, fiscais interditaram a unidade do supermercado Bretas que fica na Vila Jaraguá, também na capital. De acordo com os fiscais, foram encontradas diversas irregularidades tanto no armazenamento de comidas, quanto indícios da presença de roedores e estrutura precária dos estoques.

Foram apreendidas mais de duas toneladas de alimentos que estavam acondicionados de maneira inadequada. Todo material foi encaminhado para o aterro sanitário, onde foi descartado.

G1