Fiscais apreendem 1,5 tonelada de queijo clandestino

0
45

queijoAproximadamente 1,5 tonelada de queijo clandestino foi apreendida, na madrugada desta terça-feira (26), por fiscais da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Seagri). A carga, que não havia passado por inspeção sanitária, foi recolhida em blitz realizada na BR-251, na altura do Café Sem Troco, próximo ao PAD-DF, área rural do Paranoá.

Com origem em Minas Gerais, o laticínio sem nota fiscal era transportado em duas caminhonetes, um carro e um caminhão de carroceria aberta. Além disso, estava sem refrigeração, embalagem adequada e Selo de Inspeção Federal (SIF), que é uma exigência para comercialização de alimentos de um estado para outro. O produto, provavelmente, seria comercializado na região de Planaltina e Paranoá.

“Nossa ação visa diretamente à saúde pública. Esses alimentos não passaram por nenhuma inspeção”, alertou a diretora de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal e Animal, da Seagri, Cristyane Taques, ao destacar que a produção também pode não ter seguido os padrões adequados de higiene.

“As pessoas ficam sujeitas a problemas de saúde desde diarreia até doenças crônicas, como a brucelose, que tem tratamento caro”, explicou a profissional. A doença causa febre, sudorese noturna, calafrios, fraqueza, cansaço, inapetência, dor de cabeça, no abdômen e nas costas.

Os motoristas sofrerão processo administrativo, que pode acarretar de advertência a multa, que varia entre R$ 2,5 mil a R$ 125 mil.

Agora, segundo a pasta, os queijos serão enviados ao Zoológico de Brasília para serem analisados e, caso seja possível, serão servidos aos animais.

GDF