Felipe Fraga e Thiago Camilo se dão bem e vencem na volta da Stock Car à Goiânia

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

stockcarA paixão pode adormecer, mas jamais deixa de mexer com o coração do apaixonado por automobilismo. A Stock Car voltou à Goiânia com doses cavalares de emoção e muita disputa. Quem mais ganhou foi o público, mas os dois vencedores principais foram Felipe Fraga, vencedor da primeira prova, e Thiago Camilo, vencedor da segunda prova, que compuseram a 4º etapa da Stock Car na temporada.

Agora, a Stock Car dá uma parada de dois meses e volta apenas no dia 3 de Agosto, novamente em Goiânia. A prova será a mais cobiçada de toda a temporada: a Corrida do Milhão, que promete agitar ainda mais a capital goiana e todos os pilotos do grid.

Primeira prova

Largando na pole, Átila Abre conseguiu segurar a pressão de Cacá Bueno na primeira curva e com um pequeno erro, o pentacampeão caiu para a 5º colocação. Também na primeira curva, Nonô Figueiredo e Popó Bueno protagonizaram a primeira colisão, tirando os dois da prova e causando a entrada do safety-car pela primeira vez.

Na relargada, Átila conseguiu conter o ímpeto de Rubens Barrichello e Ricardo Maurício, e mesmo que não conseguisse despontar, segurava a posição com tranquilidade. Quem começou a ameaçar o líder foi Cacá Bueno, que passou Denis Navarro, Ricardo Maurício e Barrichello com uma facilidade impressionante.

Quem também começou a se destacar foi o jovem Felipe Fraga, de apenas 18 anos. Ele fez duas ultrapassagens seguidas, na mesma volta, e logo depois deixou Barrichello para trás, assumindo a 3ª colocação. Aí, veio a fatalidade para Cacá. Daniel Serra, companheiro de equipe, acabou deixando borracha na reta principal e uma volta depois, Cacá Bueno passou por cima e teve o pneu traseiro esquerdo furado, além do carro completamente danificado. Fim de prova pra ele.

Dessa forma, a corrida ficou fácil para Átila Abreu, que só precisava “levar a criança pra casa”. Claro, não fosse por um erro da equipe. Na parada do boxe, Átila entrou com mais de quatro segundos para Fraga, que mesmo assim, saiu na frente e liderou até o fim, vencendo a segunda corrida na temporada de estreia pela Stock Car.

Segunda prova

Como a ordem de largada é definida de forma invertida, ou seja, o 10º colocado da primeira prova larga na pole, e assim sucessivamente, Thiago Camilo largou em 1º. E na prova curta, de 20 minutos, mostrou a consistência esperada. Barrichello, que largava em 2º, não conseguiu ameaçar o piloto da Ipiranga-RCM e teve de se preocupar mais com Marcos Gomes, que chegou a ultrapassa-lo. Só que Marcos Gomes teve problemas no carro e abandonou.

Enquanto Thiago e Rubinho seguiam no pelotão de frente, a disputa pela 3º posição era muito acirrada, entre Julio Campos e Luciano Burti. No momento em que faltavam três voltas, Burti conseguiu a ultrapassagem, mas na volta seguida, Campos deu o troco e foi assim até o fim. Thiago Camilo levou a melhor, vencendo pela 2º vez consecutiva a corrida mais curta do fim de semana.

Já Felipe Fraga e Átila Abreu não conseguiram repetir o mesmo desempenho. Fraga teve de ir para os boxes logo no inicio da segunda bateria, perdeu muito tempo e terminou apenas na 19º colocação. Já Átila Abreu, que largou em nono, chegou a assumir a 3º posição durante a prova, mas perdeu rendimento, teve problemas mecânicos e teve de deixar corrida antes do fim.

730

Notícia postada em  

  • 2 de junho de 2014
  • Da Redação