Fazenda da Escócia é isolada após vários casos de gripe aviária

0
113

As autoridades da área de saúde escocesas impuseram nesta segunda-feira um cordão de segurança ao redor de uma fazenda no condado de Fife após serem detectados vários casos de gripe aviária e ordenaram o sacrifício de todas as aves.

A Agência de Proteção Sanitária confirmou o estabelecimento de uma área de isolamento de um quilômetro em torno, ao mesmo tempo que foi restringido o transporte de animais na zona, apesar de considerar que o tipo do vírus identificado “é de baixo nível patogênico”.

Por sua vez, a veterinária chefe da região, Sheila Voas, disse que a cepa H5 achada em algumas aves será analisada no laboratório para comprovar sua virulência.

“As provas indicam que se trata de uma forma do vírus de baixa intensidade, mas estamos tomando medidas para assegurar que a doença não se estenderá e se transformará em uma forma mais agressiva”, declarou.

Voas pediu aos granjeiros que fiquem atentos a qualquer possível caso do vírus e elevem os controles sanitários em suas granjas.

O assessor de epidemias e infecções respiratórias da Agência de Proteção Sanitária, Jim McMenamin, ressaltou que o risco para as pessoas é “muito baixo”.

“Com base no que conhecemos sobre esta cepa de gripe aviária e as medidas que foram tomadas, o risco para a saúde humana neste caso é considerado muito baixo”, afirmou McMenamin.

Terra