Estudantes retomam aulas na rede pública de Aparecida na próxima 3ª feira

Neste segundo semestre, a previsão é que as aulas continuem ocorrendo exclusivamente de forma presencial em todas as unidades educacionais ligadas à Rede Municipal

Da Redação
31/07/2022 - 05:46
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Estudantes retomam aulas na rede pública de Aparecida na próxima 3ª feira

Neste segundo semestre, a previsão é que as aulas continuem ocorrendo exclusivamente de forma presencial em todas as unidades educacionais ligadas à Rede Municipal

Nesta terça-feira, 02, acontece o retorno das aulas para os alunos da Rede Municipal de Educação de Aparecida de Goiânia. Os quase 49 mil alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I e II, que frequentam os CMEIs, as Escolas Municipais (de tempo parcial e de tempo integral) e as Entidades Conveniadas, voltam das férias para cumprirem o calendário escolar do segundo semestre de 2022. Ao todo são 115 unidades.

O secretário de Educação de Aparecida, professor Divino Gustavo, destaca que a expectativa para o segundo semestre é de que as aulas continuem acontecendo exclusivamente dentro do regime presencial, pois, na sua opinião, é o modelo que assegura um melhor rendimento na formação dos estudantes.

“No segundo semestre, temos como objetivo continuar nivelando nossos alunos, o que torna indispensável, claro, dentro dos limites estabelecidos pelos protocolos de segurança, o contato entre professores e alunos, promovendo um aprendizado mais significativo dentro da rotina escolar”, comentou.

De acordo com a SME, para a volta às aulas, as unidades continuam seguindo os protocolos de segurança estabelecidos pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), como o uso de máscaras e a higienização do ambiente. Conforme orienta a Coordenadoria de Ensino e Aprendizagem, Aline Caixeta, o primeiro movimento das unidades educacionais da Rede Municipal será no sentido de orientar os estudantes em relação ao comportamento e aos cuidados que ainda devem ser tomados por conta da disseminação da COVID-19 e o incentivo para a vacinação infantil.

“Orientar as famílias quanto a importância da vacinação infantil para a diminuição dos casos será um ponto importante no retorno as aulas”, pontua a coordenadora.