Estado deve R$ 4 milhões à UPA de Ceres e unidade fica em dificuldades

0
65

Os repasses do governo do Estado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ceres estão atrasados há meses. Hoje, o montante da dívida já ultrapassou o valor de R$ 4 milhões. A consequência do descaso do governador Marconi Perillo (PSDB) é sentida pela população da cidade, que sofre com a falta de estrutura para garantir o melhor atendimento no local.

Vários usuários da unidade reclamam diariamente da demora pelo pequeno número de médicos e da falta de ambulâncias também. Em uma rede social, a moradora Laís Marques relatou que precisou recorrer ao hospital particular por falta de estrutura no momento em que necessitava de socorro urgente.

A Federação Goiana dos Municípios chegou a formalizar uma cobrança ao governador, mas não obtiveram uma previsão para o pagamento. Enquanto isso, o povo é obrigado a pagar a conta pelo tucano.

GoiasReal