Encontrada em alimentos, a zeaxantina é antioxidante que fortalece o sistema imune

A zeaxantina é um antioxidante que defende o corpo contra os radicais livres. É um carotenoide muito parecido com a luteína, e pode ser encontrada em vegetais verde-escuros, legumes vermelhos e amarelos

Da Redação
15/05/2022 - 05:42
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Encontrada em alimentos, a zeaxantina é antioxidante que fortalece o sistema imune

A zeaxantina é um antioxidante que defende o corpo contra os radicais livres. É um carotenoide muito parecido com a luteína, e pode ser encontrada em vegetais verde-escuros, legumes vermelhos e amarelos.

Karin Klack – Foto: Reprodução/Twitter

Ela é essencial ao organismo, mas como este não é capaz de sintetizá-la, pode ser obtida através da ingestão de alimentos como milho, espinafre, couve, alface, brócolis, ervilhas e ovo, por exemplo.

Fator de proteção

A médica da Faculdade de Saúde Pública da USP  e nutricionista clínica Karin Klack, responsável pela Divisão de Nutrição e Dietética do Instituto Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, explica que essa substância apresenta inúmeros benefícios  à saúde, como a prevenção do envelhecimento precoce e a proteção da visão, pois é capaz de proteger os olhos contra os raios UV emitidos pelo sol, funcionando como se fosse “óculos escuros”.

Além do sol, protege contra a luz azul de computadores, telas de celulares, tablets e TVs. A zeaxantina pode evitar também várias doenças na retina como catarata, retinopatia diabética e degeneração macular.

Karin Klack deixa um alerta para quem consome o anticoagulante varfarina sódica, pois nesse caso a ingestão precisa ser feita de forma moderada. Além disso, a substância é mais bem absorvida na gordura, por isso, adicionar um pouco de azeite ou óleo pode aumentar a absorção pelo corpo.  

 

Tempo certo para fazer a sua horta

A dica é do site Lar, doce Lar, que preparou, abaixo, uma lista das plantas mais utilizadas em hortas e qual o mês, ou meses, mais adequados para seu plantio.

É importante ressaltar que o Brasil, por ser um país continental, não tem um clima linear em todas as suas regiões, portanto, essa lista considera verão, outono, inverno e primavera como referências de clima de estação genérica, mas em estados mais quentes, principalmente regiões Norte e Nordeste, os meses podem não ser tão definitivos como definidos nessa lista. Considere então como meses propícios, porém não determinantes.

 

  • Janeiro: alface, agrião, aipo, couves diversas, rabanete, almeirão, nabo, beterraba, rúcula, chicória, espinafre, batata-doce, salsa, coentro, beldroega, cenoura, couve-de-bruxelas e repolho;
  •  
  • Fevereiro: agrião, alface, chicória, feijão, salsa, rabanete, repolho, beterraba, couve, ervilha, espinafre e feijão;
  •  
  • Março: cenoura, almeirão, salsa, alho, alface, chicória, espinafre, salsão, couves diversas, couve-flor, brócolis, repolho, agrião, aipo, cebola, coentro, ervilha, fava, feijão, morango, nabo, rabanete e repolho
  •  
  • Abril: agrião, almeirão, beterraba, nabo, salsa, alho, rúcula, chicória, salsão, couve-flor, brócolis, repolho, espinafre, cenoura, coentro, ervilha, aspargo, fava, lentilha, morango, rabanete, alface, cebola e couves diversas;
  •  
  • Maio: rabanete, cenoura, almeirão, nabo, beterraba, rúcula, salsa, chicória, salsão, espinafre, couve-flor, brócolis, repolho de inverno, alho, alface, batata, cebola, couves diversas, fava e morango;
  •  
  • Junho: almeirão, cenoura, nabo, beterraba, rúcula, alho, chicória, agrião, couve-flor, brócolis e repolho de inverno;
  •  
  • Julho: ervilha, almeirão, rúcula, alho, alface, rabanete, chicória, beterraba, fava e repolho;
  •  
  • Agosto: alcachofra, aipo branco, jiló, berinjela, pimentas diversas, pimentão, tomate, cebola, couve, aspargo, morango, melão, melancia e pepino;
  •  
  • Setembro: alface, rabanete, beterraba, cenoura, couves diversas, couve-flor, brócolis, jiló, berinjela, pimentas diversas, pimentão, tomate, abóbora, abobrinha, feijão de vagem, pepino, maxixe, salsa, coentro, cebola, ervilha, espinafre, fava, lentilha, melão, melancia e nabo;
  •  
  • Outubro: acelga, cenoura, couves diversas, couve-flor, brócolis, repolho, pimentas diversas, pimentão, tomate, berinjela, jiló, abóbora, abobrinha, feijão de vagem, pepino, maxixe, mandioquinha, salsa, batata, batata-doce, coentro, agrião, alface, beterraba, brócolis, chicória, cominho, fava, melão, melancia, nabo, rabanete, tomilho, cebola e tomate;
  •  
  • Novembro: abóbora, agrião, alface, rabanete, cenoura, brócolis, repolho, couves diversas, couve-flor, batata-doce, coentro, beterraba, espinafre, feijão, melão, melancia, nabo, pepino e pimentas diversas;
  •  
  • Dezembro: abóbora, abobrinha, feijão de vagem, pepino, cenoura, repolho, agrião, alface, beterraba, brócolis, couves diversas, espinafre, melão, melancia, nabo, pimentas diversas e rabanete.

 


Com informações do Jornal da USP no Ar  Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP com a Escola Politécnica, a Faculdade de Medicina e o Instituto de Estudos Avançados.