Em discurso de posse, Juan Manuel Santos promete ‘paz total’ na Colômbia até 2025

0
71

colombiaO presidente reeleito da Colômbia, Juan Manuel Santos, tomou posse nesta quinta-feira (07/08) no pátio da sede presidencial, em Bogotá. O eixo central da cerimônia foi a “luta pela paz”, sua bandeira durante a corrida eleitoral. Ele aproveitou o discurso de posse para anunciar que quer fazer com que a Colômbia seja, até o ano de 2025, um país de “paz total”, com igualdade e sendo o mais educado da América Latina.

“Chegou a hora da Colômbia. O país transita hoje a um caminho da esperança, da paz e de prosperidade. Essa é a nossa hora. Cansamos de pensar pequeno, que estamos condenados à violência, à desigualdade e ao atraso, porque não é assim!”, declarou Santos, durante a cerimônia.

Como prometido na campanha eleitoral, o presidente prometeu retomar os diálogos de paz com as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), em andamento desde 2012 em Havana. Segundo Santos, esta fase final das conversações é a etapa mais difícil e exigente.

“O passo crucial é por fim ao conflito para garantir que não haja mais vítimas”, diz santos. “Que família não tem um pai, uma mãe, um irmão, um primo ou um amigo que não tenha sido vítima do conflito?”, questionou. A proposta das negociações é de por fim a um conflito que já dura 50 anos e resultou na morte de mais de 200 mil pessoas.

“A Colômbia deve ser a boa notícia que a humanidade necessita: que chega ao seu fim o último conflito armado do hemisfério”, completou.

Santos foi reeleito para um novo mandato de quatro anos no dia 15 de junho. Ele superou Óscar Ivan Zuluaga, candidato que venceu o primeiro turno e que era apoiado pelo senador e ex-presidente Álvaro Uribe. No ato, Germán Vargas Lleras também fez juramento ao cargo como vice-presidente.

A posse do mandatário teve a presença de dois mil convidados, entre mais de dez líderes latino-americanos e também do rei Juan Carlos da Espanha, que abdicou do trono no início de junho em favor de seu filho Felipe, o Príncipe de Astúrias. Michel Temer, vice-presidente brasileiro, foi à cerimônia representando a presidente Dilma Rousseff.

“Felicidades por esta festa democrática”, disse o presidente equatoriano, Rafael Correa, durante a cerimônia. “Neste processo encontrarão sempre o acompanhamento de um país irmão”, disse o chefe de Estado do Panamá, Juan Carlos Varela, de acordo com a emissora local, Noticias Caracol.

Santos faz parte de uma das famílias mais tradicionais da política colombiana. O seu tio-avô, Eduardo Santos, foi presidente do país entre 1938 e 1942. Além disso, seu primo Francisco Santos foi vice-presidente de Álvaro Uribe durante os dois mandatos do ex-chefe de Estado.