Em blitz médico tenta morder e chutar policial ao ser detido por dirigir bêbado

0
186

Em blitz, 48 pessoas foram multadas por conduzirem embriagadas.

blitzUm médico de 37 anos foi preso por dirigir embriagado uma BMW na BR-153, em Goiânia. Ele resistiu à detenção e, mesmo algemado, tentou morder e chutar um policial rodoviário federal. Ele foi detido em uma blitz montada em frente a uma casa de shows, às margens da rodovia, na madrugada de domingo (21).

Durante a  fiscalização, 48 motoristas foram flagrados bêbados. Do total, onze foram presos porque excederam o limite de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido no teste do bafômetro.

Dentre as pessoas flagradas na blitz está uma mulher que desmaiou ao ser autuada. No entanto, para a equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), ela simulou ter passado mal. A motorista não quis passar pelo teste de alcoolemia.

Outro motorista também rejeitou fazer o exame, mas os policiais não têm dúvida de que ele havia bebido. O condutor alegou que consumiu apenas bombons de licor em uma festa infantil.

“A quantidade teria que ser altíssima e ainda assim não seria um teor significativo. Nós sabemos que é infundada essa argumentação, para que o teor fosse considerável, a ingestão teria que ser de mais de meio quilo de bombons”, afirma a inspetora da PRF Alessandra Carneiro.

Ainda durante a blitz, um adolescente de 17 anos foi apreendido ao dirigir uma motocicleta. Além de pilotar sem autorização, ele estava alcoolizado. O menor afirma que bebeu cinco copos de cerveja no show sertanejo, que contava com serviço open bar.

A maioria dos motoristas irregulares foi multada em cerca de R$ 1.915. Já o médico teve que pagar R$ 22 mil para ser libertado. Dos onze detidos, cinco não pagaram fiança para responder ao processo em liberdade e continuam presos na manhã desta segunda-feira (22).

De acordo com a PRF, a cada 10 testes de alcoolemia feitos em ações próximas a eventos, como a da madrugada de domingo, um exame constata a embriaguez. Já durante fiscalizações rotineiras, a cada 43 testes, um aponta que o condutor consumiu álcool.

Apesar do alto número de flagrantes, muitos motoristas dão exemplo e cumprem a legislação. “Tem que ter responsabilidade no trânsito, ainda mais nessa região, do lado da rodovia”, afirma o radialista Luís Alberto Castro.

G1