Economia do DF cresce 3,2% no primeiro trimestre deste ano

dfA atividade econômica no Distrito Federal cresceu 3,2% no primeiro trimestre de 2014, na comparação com igual trimestre do ano anterior, segundo o Índice de Desempenho Econômico do Distrito Federal (Idecon-DF), calculado pela Codeplan. O resultado ficou acima da variação do Produto Interno Bruto (PIB) trimestral para o Brasil, registrado pelo IBGE, que computou crescimento de 1,9% no mesmo período de comparação.

“O resultado nos surpreende um pouco, uma vez que vínhamos de uma sequência de baixas. Porém, a explicação é bastante clara. Constantemente quando a economia apresenta índices de desaceleração durante determinado período é muito comum que ela tenha uma recuperação no mesmo período subsequente”, explicou o presidente da Codeplan, Júlio Miragaya, à Agência Brasília.

A perspectiva de Miragaya para o final do ano é das mais animadoras. Na opinião do presidente da Codeplan, todo segundo semestre costuma ser de atividades econômicas mais efetivas e intensas. “É bem provável que a gente feche 2014 com um índice um pouco mais elevado e, provavelmente, devemos nos manter acima da média nacional.”

No período, o setor Serviços no DF apresentou variação positiva de 3,2% em relação ao mesmo período do ano anterior. No contexto nacional, o setor cresceu 2% na mesma base de comparação.

Todas as atividades do setor assinalaram variações positivas, na comparação dos primeiros trimestres de 2014 e 2013. A atividade Serviços de Informação expandiu 4,9%; Intermediação Financeira, Seguros e Previdência Complementar, 3,2%; e Administração, Saúde e Educação Públicas, 2,7%.

O Comércio atingiu o índice de 3,5% e ainda gera boas expectativas para o segundo semestre. “O setor público teve bons ganhos. Ou seja, com mais ganhos, as pessoas tendem a gastar mais, o que favorece diretamente aos comerciantes”, explicou Júlio Miragaia.

O setor industrial, que tem peso de 6,4% no PIB local, registrou avanço de 2,0% no primeiro trimestre de 2014, comparativamente ao mesmo período de 2013. No desempenho nacional o IBGE computou acréscimo de 0,8%.

O setor Agropecuário no Distrito Federal, assim como a Indústria, exerce pequeno impacto no desempenho global, pois responde por apenas 0,3% do PIB local. No primeiro trimestre de 2014, cresceu 14,6% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. No Brasil, o setor Agropecuário apresentou variação positiva de 2,8%.

GDF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios