Aparecida de Goiânia, terça-feira, 11 de maio de 2021
Aparecida de Goiânia

Dupla é presa por latrocínio de idoso

Redação
13 de abril de 2021

rime aconteceu em Aparecida de Goiânia. Vítima era um idoso. Corpo foi localizado em uma fossa. Dupla foi autuada em flagrante por latrocínio (roubo seguido de morte) e ocultação de cadáver.

Uma ação integrada entre as Polícias Civil e Militar resultou na prisão em flagrante de dois homens, na madrugada desta segunda-feira (12/04), suspeitos do latrocínio (roubo seguido de morte) praticado contra um idoso, de 61 anos. O crime aconteceu na última sexta-feira (9/04), em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital. As detenções foram realizadas por equipes do Grupo de Investigação de Homicídios (PCGO) da cidade e do Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer/ PMGO).

Vanderlei Teodoro de Oliveira era pedreiro e trabalhava na reforma de uma residência, no Setor Parque São Jorge. De acordo com o delegado Rogério Bicalho, a apuração do caso teve início no sábado (10/04), após denúncia registrada na delegacia, informando sobre o desaparecimento da vítima. “Efetuamos diligências no sentido de encontrá-lo e, quando verificamos que câmeras de segurança de uma residência próxima da obra onde o pedreiro trabalhava não mostravam ele saindo na sexta-feira, resolvemos fazer buscas”, informou.

O corpo da vítima foi encontrado em uma fossa da obra, após escavação do Corpo de Bombeiros Militar. Os indícios apontam que a o idoso tenha sido morto com golpes de barra de ferro na cabeça. Ainda segundo o delegado, entre os dois indivíduos presos por possível envolvimento no crime está um servente de pedreiro, que trabalhava com a vítima. Além da relação profissional, o homem, de 23 anos, morava em um barracão no fundo da casa de Vanderlei. Ele foi detido em Senador Canedo.

“Ele confessou a prática do crime e indicou o outro suspeito, que seria um amigo, preso no setor Vila Boa, aqui em Goiânia. Eles alegaram que praticaram o crime para roubar um dinheiro da vítima”, destacou. Durante a ação criminosa, a dupla levou diversos pertences do idoso, como celular, aliança e a quantia de R$ 700,00 em espécie. “A aliança de ouro foi vendida logo em seguida na Avenida Goiás para captadores de ouro, que são receptadores de objetos furtados”.

Os presos foram apresentados no GIH de Aparecida de Goiânia e autuados por latrocínio e ocultação de cadáver. Se condenados, podem pegar pena de até 30 anos de reclusão. Segundo a Polícia Civil, nomes e imagens dos dois investigados “estão sendo divulgadas em razão da primazia do interesse público sobre o particular, no caso em questão, tendo em vista ser possível que os investigados tenham feito outras vítimas”. Portanto, a publicação guarda consonância com os ditames da Lei n.º 13.869/2019 e Portaria n.º 02/2020 da PCGO.

Com informações da SSP-GO

rime aconteceu em Aparecida de Goiânia. Vítima era um idoso. Corpo foi localizado em uma fossa. Dupla foi autuada em flagrante por latrocínio (roubo seguido de morte) e ocultação de cadáver.

Uma ação integrada entre as Polícias Civil e Militar resultou na prisão em flagrante de dois homens, na madrugada desta segunda-feira (12/04), suspeitos do latrocínio (roubo seguido de morte) praticado contra um idoso, de 61 anos. O crime aconteceu na última sexta-feira (9/04), em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital. As detenções foram realizadas por equipes do Grupo de Investigação de Homicídios (PCGO) da cidade e do Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer/ PMGO).

Vanderlei Teodoro de Oliveira era pedreiro e trabalhava na reforma de uma residência, no Setor Parque São Jorge. De acordo com o delegado Rogério Bicalho, a apuração do caso teve início no sábado (10/04), após denúncia registrada na delegacia, informando sobre o desaparecimento da vítima. “Efetuamos diligências no sentido de encontrá-lo e, quando verificamos que câmeras de segurança de uma residência próxima da obra onde o pedreiro trabalhava não mostravam ele saindo na sexta-feira, resolvemos fazer buscas”, informou.

O corpo da vítima foi encontrado em uma fossa da obra, após escavação do Corpo de Bombeiros Militar. Os indícios apontam que a o idoso tenha sido morto com golpes de barra de ferro na cabeça. Ainda segundo o delegado, entre os dois indivíduos presos por possível envolvimento no crime está um servente de pedreiro, que trabalhava com a vítima. Além da relação profissional, o homem, de 23 anos, morava em um barracão no fundo da casa de Vanderlei. Ele foi detido em Senador Canedo.

“Ele confessou a prática do crime e indicou o outro suspeito, que seria um amigo, preso no setor Vila Boa, aqui em Goiânia. Eles alegaram que praticaram o crime para roubar um dinheiro da vítima”, destacou. Durante a ação criminosa, a dupla levou diversos pertences do idoso, como celular, aliança e a quantia de R$ 700,00 em espécie. “A aliança de ouro foi vendida logo em seguida na Avenida Goiás para captadores de ouro, que são receptadores de objetos furtados”.

Os presos foram apresentados no GIH de Aparecida de Goiânia e autuados por latrocínio e ocultação de cadáver. Se condenados, podem pegar pena de até 30 anos de reclusão. Segundo a Polícia Civil, nomes e imagens dos dois investigados “estão sendo divulgadas em razão da primazia do interesse público sobre o particular, no caso em questão, tendo em vista ser possível que os investigados tenham feito outras vítimas”. Portanto, a publicação guarda consonância com os ditames da Lei n.º 13.869/2019 e Portaria n.º 02/2020 da PCGO.

Com informações da SSP-GO

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2021
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram