Duelo no Maracanã pode desempatar retrospecto entre França e Alemanha

alemanhaAlém da vaga nas semifinais da Copa de 2014, o duelo entre França e Alemanha na tarde desta sexta-feira no Maracanã pode desempatar o retrospecto entre as duas equipes na história do torneio. Até hoje, foram três jogos, com uma vitória para cada lado e um empate, embora na prática as memórias alemãs do duelo sejam muito melhores.

Explica-se: a única vitória da França sobre a Alemanha em Copas aconteceu em 1958, uma goleada por 6 a 3, mas as duas equipes já haviam sido eliminadas e disputavam apenas o terceiro lugar da competição. Já a vitória alemã, por 2 a 0, aconteceu na semifinal do Mundial de 1986 e valeu uma vaga na decisão no México.

Mas foi o empate de 1982 o resultado mais feliz para os alemães e triste para os franceses. Depois de um empate por 1 a 1 no tempo normal, a França abriu 3 a 1 em oito minutos de prorrogação, mas acabou cedendo o empate e perdendo nos pênaltis, permitindo à Alemanha avançar para outra final.

[saiba_mais]

Agora, os franceses preferem esquecer o histórico e só pensar em escrever uma nova página mais feliz. “Estamos vivendo o momento atual. É verdade que houve confrontos históricos, mas amanhã tentaremos escrever nossa própria história, vamos fazer de tudo para sair vitoriosos”, afirmou o goleiro Hugo Lloris.

O técnico Didier Deschamps bateu na mesma tecla, dizendo que a partida no Maracanã é “uma página a ser escrita e esperamos que seja uma página bonita para nós”.

Enquanto isso, Joachim Löw sequer comenta resultados de edições anteriores do torneio e apenas afirma que seu time ainda não mostrou tudo que pode. Segundo o treinador alemão, o fato de times como Gana, Estados Unidos e Argélia fazerm “os jogos de suas vidas” impediu a Alemanha de brilhar até agora, coisa que ele espera fazer contra um adversário de mesmo nível, como a França.

O meia alemão Toni Kroos, por sua vez, minimiza a importância de jogar e possivelmente fazer história num palco como o Maracanã. “É muito bonito, mas não é o estádio que vai fazer a diferença em termos de desempenho. Espero que a gente volte a esse estádio no final da Copa”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios