Desfalcado e contra o líder, Atlético tenta manter o mesmo embalo para vencer o Ceará

0
50

atleticoA sequencia avassaladora de vitórias colocou o Atlético como um forte concorrente ao G4. E esse status pode ser alterado para algo melhor na noite dessa sexta-feira. O Dragão encara o líder Ceará, às 19h30, no Serra Dourada, pronto para vencer e encostar de vez na briga pelas quatro vagas, se afirmando por bater o líder. Só que a tarefa, que já era complicada, se torna ainda mais com a ausência de jogadores importantes.

Durante a semana, o técnico Hélio dos Anjos teve de lidar com as ausência de Marcus Winícius, o cão de guarda no meio-campo, e o lateral direito Jonas, que sempre flutua muito para o ataque. Os dois cumprem suspensão e os escolhidos para as vagas foram Renan Foguinho e Wagner Carioca. Assim, Pedro Bambu atua na lateral mais uma vez. Hélio revelou que pouca coisa irá mudar e a força do Atlético pode até aumentar nesse jogo tão importante.

“O Renan vai executar uma função que já vinha fazendo na temporada e com a estrutura tática que temos hoje, ele tem condições de render até mais do que vinha rendendo. Nós tínhamos um volante de um lado e um do outro lado, mas agora, taticamente, é outra situação. Na troca do Bambu, ele agora vai por fora, é uma troca simples. O passe que tínhamos por fora com o Jonas, agora teremos por dentro com o Wagner, além da força na chegada ao ataque”

Essa força ofensiva tem sido o destaque rubro-negro após a parada para a Copa do Mundo. Nas quatro vitórias consecutivas, todas foram por uma margem de dois gols e isso mostra que os homens de frente estão inspirados. Viçosa é um deles, artilheiro da equipe no ano com 18 gols, e que terá um duelo conta o artilheiro do Vozão, Magno Alves, que já marcou 22 nesse ano. O atacante rubro-negro mostra total respeito com o experiente atacante, mas quer vencer a parada.

“Não conheço ele pessoalmente, mas conheço de ver jogando. É um cara perigoso ali na frente, faz muitos gols, em toda a temporada, praticamente, ele faz mais de 30 gols. É um duelo bom, todos atacantes quando entram em uma competição, tem o objetivo de ser artilheiro, e ele, por ser um cara experiente e que faz muitos gols, é objetivo dele também. Espero que nesse duelo eu possa levar a melhor, que a equipe conquiste a vitória e se der, que eu possa fazer gols.

O Ceará tem usado a máxima nessa Série B de que a melhor defesa é o ataque, já o time tem o melhor setor ofensivo, com 26 gols marcados, e um dos piores setores defensivos, com 20 gols sofridos. Mesmo assim, o time é líder e o técnico Sérgio Soares quer a vitória no Serra para manter essa posição. O time conta com a volta do lateral Samuel Xavier, o volante João Marcos e o atacante Nikão, que começam jogando. Magno Alves e Bill completam o setor ofensivo.

730