Desenvolvimento Urbano divulga balanço de roçagens e podas em Aparecida

0
396

Os trabalhos realizados pela secretaria de Desenvolvimento Urbano de Aparecida de Goiânia, com o objetivo de deixar a cidade mais limpa e bem cuidada, não param. O secretário Max Menezes, divulgou nesta quinta-feira, 09, o balanço dos trabalhos realizados nestes 30 dias a frente da pasta.

Segundo dados da secretaria, 64 dos 249 bairros da cidade já tiveram a primeira etapa da roçagem de lotes concluídas e o serviço atenderá toda a cidade em mais 60 dias. “Finalizaremos as duas etapas de roçagem dos lotes baldios em 180 dias, deixando assim a cidade mais limpa e colaborando com a segurança”, sublinhou Max Menezes.

O secretário salienta que este serviço é cobrado no ITU do proprietário dos imóveis. “A prefeitura não tem a obrigação de roçar lotes particulares, mas para diminuir os problemas para a população, o serviço é feito e cobrado por metro quadrado roçado no imposto territorial, todo início de ano”, justificou.

Max ressalta também que dois grupos especiais trabalham na manutenção da roçagem, poda e para manter escolas municipais e estaduais, órgãos públicos e também os polos industriais. “Já concluímos o serviço no Polo Empresarial Goiás, e atendemos 28 prédios públicos, 18 escolas municipais e 06 colégios estaduais”.

Além da roçagem dos lotes, a secretaria por meio da diretoria de Parques e Jardins realiza a poda de gramas em ilhas, praças e rotatórias da cidade. “De janeiro a fevereiro 20 praças, 63 ilhas, 07 rotatórias e 03 rótulas foram beneficiadas com a roçagem. Também fizemos a poda de 70 árvores e retiramos 83 delas que estavam condenadas”, pontuou Max Menezes.

Resíduos sólidos

Um grande problema enfrentado pela administração pública na busca de uma cidade limpa é o entulho jogado nas ruas, lotes baldios, ilhas e áreas de preservação ambiental. Ao todo foram recolhidos, somente nos primeiros 30 dias deste ano, 10,1 mil toneladas de entulhos, principalmente de construção civil. Já de lixo residencial foram recolhidos pelos caminhões de coleta, 5,2 mil toneladas.

“A população precisa ter mais consciência e fazer descarte correto de lixos, entulhos e dos móveis e eletros que não têm mais uso em casa. Assim nossa cidade, matas e rios estarão sempre limpos e harmoniosos, contribuindo com a melhoria da qualidade de vida de todos os moradores”, concluiu o secretário de Desenvolvimento Urbano, Max Menezes, que agradeceu ainda todo o empenho de sua equipe.