Comerciante é morto após tentativa de assalto a lava a jato, em Aparecida

0
139

Segundo PM, após perseguição, ele foi baleado por comparsa dos suspeitos.

assaltoUm comerciante de 27 anos foi assassinado na tarde desta segunda-feira (22) após uma tentativa de assalto ao seu lava a jato, no Setor Veiga Jardim, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital. Segundo a Polícia Militar, Etenilson Costa Silva perseguiu dois suspeitos que tentaram roubar a caminhonete de um cliente no local. Porém, um comparsa da dupla, que dava cobertura em um carro, atirou contra o comerciante, que morreu na hora. Os suspeitos fugiram.

Segundo o delegado Rogério Bicalho, titular do Grupo de Investigações de Homicídio (GIH), ao receber a voz de assalto no estabelecimento, um dos dois irmãos da Eetnilson, que também era sócio dela, entregou a chave da caminhonete. Porém, o comerciante teria percebido que um dos assaltantes estava com uma arma de brinquedo e entrou em luta corporal com eles.

Após a briga, o rapaz tentou correr atrás dos suspeitos por cerca de dois quarteirões para tentar recuperar as chaves. Entretanto, um terceiro suspeito, que aguardava a dupla em um GM Cobalt, próximo ao terminal de ônibus do setor, notou a movimentação. Ele desceu do carro e segundo a polícia, efetuou três disparos contra a vítima.

Segundo parentes, Etenilson era casado e iria ser pai em dois meses. A família está revoltada. “Ele era casado, deixou a mulher gestante de sete meses. O rapaz trabalha, não tem lazer e agora está aí nessa situação”, disse pintor Valmir Fernandes, cunhado da víitma.

O corpo foi recolhido e levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia. A polícia fez buscas na região, mas não conseguiu encontrar os suspeitos. De acordo com o delegado, o caso será investigado pelo 5º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia.

G1