Com goleada, Goiás rebaixa Trindade e é líder absoluto

0
201

Na última partida da fase de grupos do Goianão 2016, o Goiás jogou com nove reservas. Com o Trindade a sitaução era diferente, o time da cidade santa precisava vencer ou vencer para tentar deixar a zona de rebaixamento. Em um jogo mais aberto que o de costume, o problema esmeraldino era o mesmo: a falta de tentativas de finalização.

O jogo era truncado no primeiro tempo, mas quando o Trindade dava sinais de que ia começar a mandar no jogo, a zaga do time da casa cometeu pênalti, e Cléo abriu ao placar aos 40 minutos. Logo depois, em uma falha de Wallace, Cléo aproveitou a bola quicada e mandou para o fundo das redes. O dois a zero tirou todas as forças do Tacão de escapar da zona de rebaixamento, pelo menos no primeiro tempo.

Na segunda etapa, um Tacão avassalador voltou a campo. Com gols de Danilo e Sabino, o jogo já estava empatado aos 7 minutos. Mas, num cruzamento bem feito, Wesley Mattos ajeitou para Cléo marcar o terceiro. Depois, foi a vez de Wesley Matos guardar o dele de cabeça, e para fechar, John Cley armou Wagner para deixar o quinto gol no jogo. Era goleada na cidade Santa. Confira o resumo do jogo.

Primeiro tempo:

O time esmeraldino começou mais ofensivo, com a notória vontade dos que entraram para tentar uma vaguinha no time titular. Mas, foi do Trindade o primeiro lance com perigo. Galeno recebeu pela direita aos 4 minutos, mas ao tentar cruzar, mandou na lateral. Logo em seguida, Cassiano avançou pela direita e cruzou, mas Wagner errou a cabeçada.

O time esmeraldino buscava o entrosamento, e a boa postura defensiva auxiliava a manutenção da posse de bola e as jogadas ofensivas. Aos 12, Thalles cruzou a bola na cabeça de Cléo, mas o goleiro se antecipou ao atacante, tirou a bola, e sofreu falta. Aos 14, foi a vez de Cassiano cruzar mais uma, mas a zaga afastou para escanteio. Na cobrança, Thales bateu, e Martinez quase desviou para dentro da própria meta.

Aos 18, em jogada ofensiva do Tacão, a bola sobrou para Galeno, que dentro da área bateu ao lado esquerdo do gol de Ivan. Aos 22, a bola sobrou para Wagner, que avançou e lançou Cléo. O atacante recuou a bola para William, que da intermediária mandou longe do gol. Aos 29, um impedimento evitou uma cabeçada perigosa do ataque do Tacão.

Aos 31, Wagner dominou de costas na área, mas ao bater, a bola desviou na zaga e foi para escanteio. O jogo era truncado, mesmo com maior posse de bola do Goiás. Nenhum goleiro sofria nenhum tipo de perigo em suas metas. Aos 36, Cléo lançou Thales na esquerda, e o meia cruzou uma boa bola na boca do gol, mas, ninguém apareceu para completar. Logo em seguida, Juliano cruzou da direita, a bola passou pela zaga e sobrou limpa para Régis chutar por cima do gol de Ivan. Uma grande chance perdida pelo Tacão.

A0os 38, em mais uma batida de fora da área, a bola passou acima do gol de Ivan. O Trindade crescia no jogo. Aos 39 minutos, Cassiano foi tentar o domínio na área, mas o zagueiro do Tacão deu um pontapé, fazendo assim com que o árbitro marcasse a penalidade máxima. Na cobrança, Cléo bateu fraquinho, no meio, e marcou o primeiro dele com a camisa do time esmeraldino. Trindade 0x1 Goiás.

Aos 41, mais um! Jefferson deu um chutão, e no quique, a bola acabou enganando Wallace, que passou reto e não definiu o lance. Cléo, que nada teve haver com o erro do goleiro, aproveitou a sobra e mandou para o fundo das redes. Trindade 0x2 Goiás. Com a defesa bem postada depois do segundo gol esmeraldino, apenas um chute de Danilo aos 47 assustou o Goiás, mas foi para fora. Depois do lance, o fim de primeiro tempo foi anotado.

Segundo tempo:

O jogo começou com alteração no Tacão. Régis deu lugar a Lucas, e junto com ele veio uma maior postura ofensiva do time da casa. O Goiás, mais tranquilo, também seguia solto no jogo, tornando-o mais aberto. Aos 3 minutos, Wesley Matos afastou errado, e na sobra o meia Juliano lançou Danilo, que bateu no canto do goleiro Ivan. Trindade 1×2 Goiás.

As jogadas ofensivas do Tacão continuavam perigosas. A pressão assustava a defesa esmeraldina. Aos 7 minutos, Fábio Leite recebeu na frente de Ivan em novo erro de Wesley Matos, e rolou para Sabino emendar uma bomba no canto do goleiro Ivan e empatar o jogo. Trindade 2×2 Goiás. Tentando mudar o jogo, Enderson promoveu a entrada David entrou no lugar de Everton, e John Cley no lugar de Thales. Logo em seguida, aos 11 minutos, Wagner recebeu na entrada da área e chutou cruzado, para fora. 

O empate e as alterações do Goiás fizeram o jogo voltar a ser truncado. Mas, mesmo assim, o Trindade passava a atacar mais do que o esmeraldino. As alterações funcionaram para retomar o meio campo, porém o ataque  do verde continuava com dificuldades. Os erros de passe também passaram a ser constantes. Aos 23 minutos, após cobrança de escanteio de John Cley, Alex Alves jogou para a pequena área, e Cléo mandou de cabeça para o fundo das redes. Trindade 2×3 Goiás.

Buscando virar novamente a maré ao seu favor, Wladimir Araújo trocou Juliano por Roniver. Aos 30 minutos, Galeno recebeu na frente de Ivan, mas quando bateu, o goleiro esmeraldino caiu no canto certo e defendeu a bola. Aos 33, Cléo recebeu lançamento de John Cley, mas bateu em cima de Wallace. Na terceira alteração do Trindade, Fábio Leite deixou o campo para a entrada de Davi Ceará. 

Aos 37, John Cley cruzou na área, e Wesley Matos no segundo pau cabeceou por cima do goleiro Wallace. Trindade 2×4 Goiás. Logo após, Edson Júnior deu lugar a Cléo. Aos 39, em boa jogada tramada de John Cley e Wagner, a troca de passes morreu com o toque por cima do goleiro. Trindade 2×5 Goiás, e partida dominada com um Tacão entregue a segunda divisão do Goianão 2017.

Com o jogo nas mãos, o Goiás segurou mais o poder ofensivo. O Trindade ainda tentava desesperadamente fazer algo. Aos 44, John Cley bateu falta no segundo pau, e Wagner chutou em cima do goleiro. Com apenas dois minutos de acréscimo, ainda deu tempo de Galeno bater de primeira, no ar, acertar um bonito chute para marcar um belo gol antes do fim do jogo. Trindade 3×5 Goiás. 

Semifinais:

Com o Goiás vencendo e se consolidando como líder absoluto, o seu adversário nas semifinais será o quarto colocado da competição, sendo ele o Vila Nova. O time do Setor Universitário tem a mesma pontuação do Anápolis, terceiro colocado, porém com menos vitórias e menor saldo de gols. Com isso, as semifinais serão jogadas com as partidas entre Atlético x Anápolis, e Goiás x Vila Nova.