Cogumelos nativos colhidos por ianomâmis agora na sua casa

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

Cogumelos da floresta amazônica passam a ser vendidos no Mercado de Pinheiros, em São Paulo

Cogumelos nativos da floresta amazônica colhidos pelo povo indígena Sanöma, um subgrupo dos ianomâmis, passaram a ser comercializados em São Paulo no último mês a partir de uma parceria entre os institutos Socioambiental (ISA) e Atá.

É um mix com mais de dez espécies que brotam nas florestas do extremo oeste de Roraima e que fazem parte da dieta dos Sanöma. São vendidos secos com exclusividade pelo box Amazônia do Mercado de Pinheiros, em duas embalagens: inteiros (R$ 15, 15g) ou em pó (R$ 15, 30g). Todas as vendas serão revertidas às comunidades produtoras.

Além do Atá e do ISA, que desenvolve um trabalho de pesquisa há quatro anos com os ianomâmis, o projeto dos cogumelos também contou com a parceria do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa, em Manaus), o Instituto Botânico (em São Paulo) e o restaurante Banzeiro, de Manaus, do chef Felipe Schaedler.

Schaedler e a pesquisadora Noemia Ishikawa participam juntos de outro projeto envolvendo cogumelos amazônicos, o raphanica, cuja primeira colheita foi feita no ano passado após cerca de três anos de estudos.

Apaladar

Notícia postada em  

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e nosso Termos de Uso, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.