Cirurgias plásticas crescem em média 30% no inverno

esteticaVisto pela maioria das mulheres como o período ideal para colocar em prática a realização de procedimentos estéticos mais agressivos, o inverno vem contribuindo para o aumento da procura feminina por cirurgias plásticas. Tamanha preferência pode ser justificada pela baixa incidência dos raios solares e pelo fato de as baixas temperaturas proporcionarem menos inchaço e um maior conforto no que diz respeito ao uso de malhas compressivas – superimportantes no pós-operatório de alguns procedimentos cirúrgicos.

“Além disso, ao fazer a cirurgia durante a estação, o resultado já estará presente no verão, época em que as mulheres desejam desfilar a boa forma”, ressalta Dra. Suzy Vieira, cirurgiã plástica e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e da Sociedade Brasileira de Laser. E você, está pensando em encarar o bisturi? Então, confira, a seguir, quais são as cinco cirurgias plásticas mais procuradas pelo público feminino na temporada mais fria do ano.

Lipoaspiração (lipoescultura)
Indicação: remoção de gordura localizada, melhora do contorno corporal e perda de medidas.
Benefícios: permite a retirada do excesso de gordura em diferentes partes do corpo e, se necessário, a sua injeção em outras regiões desejadas para promover uma melhora do contorno corporal. O resultado demora cerca de três meses para ser percebido e vai melhorando aos poucos, tornando-se definitivos um ano depois da cirurgia, já que a lipoaspiração causa um inchaço relevante e a pele precisa se retrair para se reacomodar à nova silhueta.
Processo de recuperação: causa um edema considerável, além de equimoses (manchas roxas) e as chamadas fibroses – placas endurecidas resultantes do processo de cicatrização – com o passar dos dias. A dor é comum nas primeiras horas após o procedimento. Por isso, a paciente precisa utilizar uma cinta modeladora, fazer uso de analgésicos, realizar drenagem linfática no pós-operatório e não se expor ao sol por, no mínimo, três meses.
Contraindicação: pacientes com alguma limitação de saúde e gestantes.
Preço médio: de R$ 6 mil a R$ 14 mil.

Silicone (prótese de mama)
Indicação: aumento do volume mamário e correções de flacidez ou assimetrias.
Benefícios: proporciona o aumento das mamas e a melhora de determinados graus de flacidez na região. O resultado é imediatamente visível após o procedimento, mas torna-se mais natural com o passar dos dias devido ao desaparecimento do inchaço e à acomodação das próteses dentro das mamas.
Processo de recuperação: é uma cirurgia de rápida recuperação, que provoca cicatrizes pequenas. Apesar disso, limita a movimentação dos membros superiores por, aproximadamente, duas ou três semanas, incluindo o hábito de dirigir. A paciente deve usar um sutiã específico ou drenos, que são retirados depois de dois ou três dias.
Contraindicação: pacientes com alguma limitação de saúde, gestantes ou portadoras de doenças mamárias não tratadas.
Preço médio: em torno de R$ 10 mil.

Lifting facial
Indicação: recomendado para quem sofre com sinais de envelhecimento mais profundos como, por exemplo, queda da sobrancelha e acentuação dos sulcos da face.
Benefícios: pode atuar sobre alguns músculos, retirando o excesso de pele sem alterar os traços e as expressões faciais da paciente.
Processo de recuperação: provoca o aparecimento de edemas que, para serem combatidos, necessitam da aplicação de compressas de água fria na área dos olhos. Além disso, exige que a paciente passe a maior parte do tempo em pé ou sentada nas primeiras 24 horas, deitando apenas no horário do descanso noturno. “No pós-operatório do lifting, também é preciso evitar a exposição solar por 30 dias e sempre aplicar o filtro solar, sem esquecer, é claro, de manter uma alimentação saudável, rica em proteínas e vitaminas”, indica Marcelo Wulkan, cirurgião plástico e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Outra recomendação importante é proteger o rosto do vento e da friagem por oito dias.
Contraindicação: pacientes com alguma limitação de saúde e gestantes.
Preço médio: de R$ 2 mil a R$ 10 mil.

Blefaroplastia (plástica palpebral)
Indicação: tratamento para excesso de pele ou bolsas de gordura na região das pálpebras superiores e inferiores.
Benefícios: melhora a aparência de cansaço e o inchaço da região, que é comum no início e no final do dia. Os resultados começam a ficar evidentes dentro de duas a três semanas e vão melhorando aos poucos, tornando-se definitivos três meses após a realização do procedimento.
Processo de recuperação: a plástica palpebral é uma cirurgia relativamente simples, mas que, por ser realizada em uma área muito sensível, causa inchaço e equimoses bem evidentes nos primeiros cinco ou sete dias. Neste período, recomenda-se o uso de compressas geladas nos olhos, a não exposição solar e a utilização de colírios e pomadas lubrificantes para proteção da córnea. Não é necessário repouso absoluto (o retorno às atividades é precoce) e é permitido o uso de bases, óculos escuros e outros artifícios para disfarçar as equimoses.
Contraindicação: pacientes com alguma limitação de saúde e gestantes.
Preço médio: em torno de R$ 6.500.

Abdominoplastia
Indicação: remove a flacidez e a gordura localizada do abdômen, além de reforçar os músculos distendidos e enfraquecidos por fatores como gestação, excesso de gordura ou perda de peso substancial.
Benefícios: o principal objetivo da abdominoplastia é a retirada do excesso de pele e afinamento da cintura com o reposicionamento da musculatura abdominal. Praticamente imperceptível, a cicatriz deixada pela técnica é bem fina e clara, sendo posicionada na marca do biquíni ou da calcinha, conforme o desejo de cada mulher.
Processo de recuperação: após a cirurgia, é preciso hidratar e proteger a pele, fazer tratamentos estéticos e controlar o peso com hábitos alimentares saudáveis e atividade física regular. Seguindo essas orientações, é possível começar a retomar a rotina de atividades três semanas após a cirurgia, com o auxílio inicial da cinta modeladora.
Contraindicação: pacientes com alguma limitação de saúde e gestantes.
Preço médio: de R$ 5 mil a R$ 10 mil.

Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios