Cine Cultura recebe o Circuito de Cinema Chileno no Brasil

0
60

De 1 a 4 de julho (todos os dias às 19 horas) será exibido no Cine Cultura, em Goiânia um ciclo de filmes intitulado “Muestra de Cine Chileno Nuevo” (Mostra do Novo Cinema Chileno) a ser apresentado em cinco cidades (Goiânia, Brasília, Porto Alegre, São Paulo e São Sebastião) – organizado pelo Instituto Cervantes e pela Embaixada do Chile no Brasil – que pretende oferecer um registro do precoce trabalho cinematográfico de um conjunto de realizadores que têm idade média de 30 anos. A amostra está sendo organizada em Goiânia pelo Cineclube Sinpro Goiás e Cineclube Imigração com apoio do Cine Cultura.

Na Mostra será possível apreciar documentários, como “El vas de los inútiles”, de Edison Cájas, que centra sua visão no movimento estudantil que sacudiu esse país em 2011 e cujas derivações se expressam até hoje nas ruas, mediante a visão de um adolescente imerso nas manifestações, e a de um ex-preso político da ditadura.

Serão também exibidos filmes de ficção, como “De Jueves a Domingo”, de Dominga Sotomayor, ou “Soy mucho mejor que voh”, de José Manuel “Ché” Sandoval que preferem uma aproximação menos direta e ligada à contingência da realidade social, ocupando-se de zonas mais próximas ao intimismo e à vida cotidiana de seus pares, os jovens que começam a adentrarem-se à vida adulta.

Outros longa-metragens, como “La visita” abordam o tema das minorias sexuais, a marginalização e a transexualidade, no contexto do mundo popular e da classe média chilena, com enfoques rupturistas que tendem a colocar em tensão os reflexos e reações tradicionais de uma sociedade frente aos desafios da pós-modernidade.

Juntamente com os longa-metragens, será exibido um curta-metragem em cada função. E no lançamento do ciclo em cada cidade, o curador da mostra, o também cineasta jovem Cristóbal Sobera, falará sobre os filmes em exibição e responderá às dúvidas e perguntas da audiência.

PROGRAMAÇÃO DO CICLO DE CINEMA CHILENO EM GOIÂNIA

Terça-feira – 30 de junho (19h)

El vals de los inútiles – “A valsa dos Inúteis” (2013). Director: Edison Cájas. 80 minutos.

 O relato de duas historias paralelas narra o movimento estudantil no Chile. Um adolescente imerso no clima político de seu colégio e um ex-preso da ditadura de Pinochet encontraram na mobilização social o sentido de sua própria historia.

Quarta-feira – 1 de julho (19h)

De jueves a domingo – “De quinta a domingo” (2012). Directora: Dominga Sotomayor. 94 minutos

 Tudo começa numa quinta quando duas crianças saem de ferias com seus pais e vão para o norte do Chile. Tudo termina num domingo. Lucia (10) e Manuel (7) viajam junto a seus pais Ana (35) e Fernando (38) por um final de semana longo. O casal decidiu separar-se, mais tinham planejado fazer esta viajem com seus filhos, assim que decidem fazê-la de qualquer jeito. Pouco a pouco esta viaje vai ser sua despedida final. Um longo percurso; A solidão da paisagem e a limitação do carro vão revelando a crise dos pais. Os meninos só querem chegar a uma praia, Fernando a um sitio que lhe deixou seu pai, e Ana a um lugar que no existe onde as coisas voltem a estar bem. A visão de Lucia, distante e fragmentada, desta última viagem familiar.

Quinta-feira – 2 de julho (19h)

 Soy mucho mejor que voh – “Sou muito melhor que você” (2013). Director: José Manuel “Ché” Sandoval. 83 minutos 

Uma comedia urbana, Cristobal(40), pai de família e empresário, vê como sua mulher ganha uma bolsa de estudo e se muda para a Espanha querendo levar os filhos e ele junto a ela. Humilhado por isso desaparece e perambula por Santiago a procura de sexo. Traz uma noite patética, e cheia de fracassos, na que, além disso, no poderá esquecer seu conflito, chegará o momento de decidir: sua família ou seu ego…

Sexta-feira, 03 de julho (19h)

Aquí estoy, aquí no –“Aquí estou, aquí não”- (2011). Directora: Elisa Eliash. 96 minutos

Traz ver morrer seu melhor amigo, o jornalista Ramiro Hidalgo (Juan Pablo Correa) é contratado para escrever a biografia não autorizada de Ana Patricia Ahumada Jones (María José Seibald), uma lenda do rock chileno. A investigação os leva a se conhecer intimamente, mas, será que Ramiro conta toda a verdade? é ela quem diz ser? Inspirada livremente em “Um corpo que cai” de Hitchcock.

Sábado, 04 de julho (19h)

1- Titanes (Edison Cájas). 2011. 23 minutos

2- La ducha (María José San Martín). 2010. 10 minutos

3- Asunción (Camila Luna). 2013. 20 minutos.

4- Brazaletes (Cristóbal Sobera y Néstor Pérez). 2010. 7 minutos. Animación

5- Hijo de Dios (Alvaro Rozas y Tomás Montalva). 2013. 8 minutos. Animación

6- Opuestos (Cristóbal Sobera) 2013, 15 min

Serviço:

Mostra do Novo Cinema Chileno em Goiânia – Cine Cultura

Ingressos: Entrada gratuita

Local: Cine Cultura – Centro Cultural Marieta Telles, Praça Cívica, nº 2.

Informações: 3201 – 4670

 Local: Cine Cultura – Centro Cultural MarietaTelles Machado – Pça Cívica nº 2 – Centro – Goiânia/GO