Cidades: Videomonitoramento em Aparecida completa dois anos com saldo positivo

0
70

videoO serviço de Videomonitoramento implantado pela prefeitura de Aparecida de Goiânia está completando dois anos de funcionamento. O projeto, que começou a funcionar em julho de 2012, foi idealizado pelo Ministério da Justiça, que investiu cerca de R$ 2 milhões em recursos do Governo Federal. Ao todo foram instaladas 50 câmeras em pontos estratégicos em todas as regiões da cidade e outras 70 instaladas nas escolas.

Os parâmetros foram definidos com foco no mapeamento dos vários tipos de criminalidade previamente feito em campo pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar do Estado de Goiás e focam principalmente bancos, agências lotéricas, caixas 24h, postos de gasolina e academias abertas. As informações sobre as imagens das câmeras são de responsabilidade do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), coletivo de representantes do poder público e sociedade civil, do qual a PMGO faz parte, que é responsável pela Segurança Pública no município.

Desde a implantação das câmeras houve uma diminuição de cerca de 30 % no registro de roubos e furtos nas localidades monitoradas. As imagens armazenadas já auxiliaram em 321 investigações do serviço de inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP-GO). O projeto foi tão positivo que a prefeitura acabou buscando recursos para a instalação de câmeras em todas as escolas municipais de Aparecida. “O GGIM é bastante coeso, conseguimos uma integração inédita entre as forças em prol de objetivos em comum. Esta integração é responsável pelo sucesso de nossas operações” – conta Pablo Ranielly, coordenador do Serviço de Videomonitoramento.

Os números apresentados no balanço revelam a eficácia do programa. Em dois anos, 325 pessoas foram abordadas devido a informações repassadas ao GGIM. Destas, 128 eram condutores de veículos. Mais de 40 pontos de drogas foram descobertos e duas pessoas presas após sequestros relâmpagos, as saidinhas de bancos. Além disso, 10 pessoas detidas por tentativa de homicídio. O serviço de videomonitoramento tem trazido maior sensação de segurança à população das regiões beneficiadas.