Cidades: Aparecida sedia o 16° Encontro de Catireiros

0
261

Viola, sanfona, catira e muita música marcam início do 16° Encontro de Catireiros

catiraA manhã deste domingo (17) em Aparecida começou com muita música, viola, sanfona, arroz carreteiro e catira no Centro de Cultura e Lazer José Barroso. É que Aparecida sedia durante todo o domingo, das 8 às 18 horas, o 16º Encontro de Catira, Violeiros e Folia de Reis de Aparecida de Goiânia. O evento é realizado pela Associação de Catireiros, Foliões e Quadrilhas de Aparecida de Goiânia, com o apoio das secretarias de Cultura, Educação, Ação Social e Administração do município.

Durante a abertura do evento, o secretário de Educação, Domingos Pereira destacou a importância da realização da festa. “O encontro mantém viva a cultura na nossa cidade e em todo nosso Estado, já que hoje estamos recebendo vários municípios como Rio Verde, Caldas Novas, Nova Veneza, Goiânia e outros”, salientou o secretário.

Segundo o prefeito Maguito Vilela, a Prefeitura não mede esforços para apoiar a Associação de Catireiros da cidade. “Damos todo auxílio logístico, sedemos o espaço, porque temos a consciência que também é função do poder público preservar a cultura dos aparecidenses e de todos os goianos”, pontuou o prefeito.

O catireiro Douglas Sulivan Barretos é o folião mais novo do grupo de Aparecida, com apenas 18 anos, Douglas começou a praticar catira desde os quatro anos de idade. Ele conta ainda que o encontro de catireiros é fundamental para o fortalecimento da cultura em Goiás. “A catira perdeu muita força ao longo dos anos, e esse encontro serve para resgatar nossas raízes”, disse.

De acordo com a presidente da associação, Nilmari Alves Siqueira, todos os anos, o evento reúne dezenas de grupos de catira de todo o Estado de Goiás. Para a edição de 2014, a expectativa é que pelo menos 15 grupos da região metropolitana e do interior passem pelo local, até o fim do dia, além dos grupos de Aparecida.

“Nossa intenção é manter a tradição da catira forte, divulgá-la para que crianças e jovens continuem se interessando em aprender e praticar essa arte tão bonita que nasceu no sertão e ganhou também as cidades”, reiterou a presidente.

Com esse intuito, de preservação das raízes culturais da cidade, a Associação de Catireiros, Foliões e Quadrilhas oferece aulas para crianças, jovens e adultos por meio do projeto Catira nas Escolas. O projeto une todas as pessoas que se interessam tanto pela catira quanto pela quadrilha e viola caipira. “Vários grupos foram formados a partir das atividades que realizamos na associação, com o apoio da Secretaria de Cultura, inclusive um grupo de catira feminino, composto por adolescentes”, destaca Nilmari.

A festa dos catireiros se estende até as 18 horas. O prefeito Maguito Vilela deve prestigiar o grupo por volta das 16 horas. A Orquestra Municipal de Sanfoneiros e Violeiros de Rio Verde também vai animar o evento.

Também participam do encontro, as secretárias Luciana Guimarães (Cultura), Valéria Pettersen (Projetos e Captação de Recursos), o vereador Helvecino Moura (PT),  e o secretário de Cultura de Rio Verde João Orlando Cruvinel de Lima.

SecomAp