Carros de luxo apreendidos em ações contra tráfico são usados pela polícia

Justiça autoriza corporação a utilizar veículos, avaliados em até R$ 300 mil.

carroA Polícia Civil conseguiu dar um novo destino aos carros de luxo que eram apreendidos durante operações contra o tráfico de drogas, em Goiânia. Até então, alguns veículos de alto padrão que pertenciam a traficantes e eram avaliados em até R$ 300 mil, ficavam amontoados em pátios até que o processo fosse concluído. Porém, a corporação conseguiu na Justiça autorização para utilizar onze automóveis em patrulhamento na cidade.

Todos os carros pertenciam ao grupo liderado por Marcelo Gomes de Oliveira, conhecido como “Olhos Verdes” e considerado o maior traficante de Goiás, que está foragido.

Uma mudança na lei, em 2012, possibilitou o uso dos carros pela força policial. O juiz federal Alberico Rocha destinou vários dos carros para a polícia, além de mandar a leilão mais de 500 automóveis antes mesmo que o trâmite judicial fosse finalizado.

“Além de agilizar e evitar a desvalorização desses bens, ela também consiste na resposta mais imediata no combate à criminalidade”, explica.

Segundo o delegado Eduardo Prado, o apoio da Justiça e dos veículos é essencial para o combate ao crime organizado.

“Apreensão de drogas por si só não resolve o problema do tráfico de drogas no Brasil. No momento que você age nos bens, no patrimônio, no dinheiro, nas fazendas, nos veículos, nas aeronaves destas organizações criminosas você abala o tráfico de drogas”, diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios