A Canela potencializa a atividade da insulina em mais de três vezes, segundo estudo científico de Beltsville.

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

O consumo regular de canela pode promover o metabolismo saudável da glicose. A canela tem sido usada por milhares de anos em sistemas médicos Ayurveda e Greco-européia tradicionais. Um estudo realizado no Departamento de Beltsville Human Nutrition Research Center de Agricultura, verificaram que a cancela minora ou impede a intolerância à glicose e diabetes (J Agric Food Chem. 2004 Jan 14;52(1):65-70.) Além disso, os cientistas da Iowa State University determinaram que a canela regulam a expressão de genes envolvidos na ativação de receptores de insulina na membrana celular, aumentando assim a absorção de glicose e diminuição dos níveis de glicose no sangue (Horm Res. 1998 Sep;50(3):177-82.).

Os estudos em animais, confirmaram o controle de glicose até mesmo em animais que consumiram uma dieta com alto teor de frutose (um açúcar simples), o que sugere que a utilização precoce de canela pode prevenir o desenvolvimento de resistência à insulina em pessoas que consomem açúcar (frutose) abundantemente (Diabetes Res Clin Pract. 2003 Dec;62(3):139-48; Horm Metab Res. 2004 Feb;36(2):119-25).

Devido à incidência de aumento em até quatro vezes de doença cardiovascular em diabéticos tipo II, os investigadores tem procurado nutrientes que podem simultaneamente, aumentar o metabolismo de glicose e os níveis de lipídeos. Num estudo,publicado no Diabetes Care, a canela provou ser um agente com esta dupla ação. Sessenta adultos (30 homens e 30 mulheres) com diabetes tipo II foram divididos em seis grupos. Três grupos consumiram um, três e seis gramas de canela, e outros três grupos doses equivalentes de placebo. Após o período de inicial de 40 dias, todos os três níveis de canela reduziu níveis séricos (jejum) de glicose entre 18 à 29%. A dose de um grama reduziu os níveis de triglicérides em 18%, colesterol LDL em 7%, e o colesterol total em 12%. As doses mais altas de canela as reduções foram ainda maiores de triglicerídeos, LDL e colesterol total (Diabetes Care. 2003 Dec;26(12):3215-8.).

Canela demonstra ser um dos mais poderosos nutrientes disponíveis para melhorar o metabolismo da glicose. Pesquisadores da USDA no centro de Beltsville estudaram 49 ervas, especiarias e extratos de plantas medicinais quanto ao efeito na glicose nas células de glicose em ratos. Eles descobriram que a canela era o produto mais bioativo, seguido de hamamélis, chás verde e preto, e pimenta da Jamaica (J Agric Food Chem. 2000 Mar;48(3):849-52).Um outro estudo descobriu que a canela potencializa a atividade da insulina em mais de três vezes –  Biol Trace Elem Res. 1990 Mar;24(3):183-8).

Sobre mais benefícios da canela, sugiro que assistam a entrevista com a Dra. Eliana Tagaliari, nutricionista:

http://www.youtube.com/watch?v=kN3prMwmcO4

Todas as referências científicas estão citadas no corpo do texto.

Lifeextension.com

Notícia postada em  

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e nosso Termos de Uso, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.