Aparecida de Goiânia, terça-feira, 28 de setembro de 2021

Câmara de Aparecida debate SVO

Redação
29 de março de 2021

Durante a pandemia um problema antigo da cidade de Aparecida de Goiânia que ficou ainda mais imperioso foi a falta de um Sistema de Verificação de Óbitos (SVO), já que, atualmente, o serviço só é feito na capital, Goiânia.

Por conta disso, a necessidade de implantar o sistema marcou os debates da sessão ordinária da Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia na última semana.

Antecipando a questão, uma comitiva formada pelos vereadores Edinho (PTC), Élio Bom Sucesso (MDB), Orlanes Maranhão (PSB), Marcelo da Saúde PSC) e Leandro da Pamonharia (PTC) participaram de uma reunião, ontem, com o coordenador da Central de Óbitos de Aparecida de Goiânia, Vagner Moura, para discutir sobre o tema.

Na oportunidade, Edinho indicou que há grandes possibilidades de terem êxito na demanda.

“Não ter esse serviço em nossa cidade gera um grande transtorno para a população. Nesse momento de pandemia que estamos vivendo, acredito que a necessidade urgente de criação de um sistema aqui em nossa cidade será ainda mais fortalecida”, afirmou.

O vereador Orlanes Maranhão explicou que o SVO serve para verificar os óbitos de causa natural, mas como tem que ser feito em Goiânia existe uma taxa de cerca de 260 reais e também é cobrado por uma manta necessária para fazer o translado para Aparecida.

“É uma pauta de suma importância, uma vez que as pessoas mais carentes, ainda mais na atual crise, não possuem condições de arcar com essas taxas e nos procuram em busca de ajuda. E, independente disso, uma cidade do porte da nossa deveria resolver toda a questão sempre precisar recorrer à capital”, justificou o vereador.

Maranhão também lembrou que ainda existe uma taxa de sepultamento  de cerca de 87 reais, porém confirmou que os vereadores estão pensando em uma forma de excluir sua cobrança das pessoas de baixa renda.

Também atenta ao problema, a vereadora Camila Rosa (PSD) pediu o apoio dos demais parlamentares.

“É um problema que gostaria que tivesse envolvimento de todos, sem politizá-lo, já que alcançaria toda a cidade.”

No mesmo sentido, o vereador Hans Miller (PSD) lamentou os problemas causados pela falta do sistema em Aparecida.

“É uma situação que acontece todos os dias, que torna muito desgastante para as famílias aparecidenses”

Os questionamentos levantados durante o debate foram elogiados pelo presidente da Casa, vereador André Fortaleza (MDB).

“Não esperava nada diferente de vocês, mas é claro que fico contente em ver que estão todos empenhados em resolver os problemas da cidade”, reconheceu Fortaleza.

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2021
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram