As cabeças por trás das campanhas de Dilma, Marina e Aécio

0
57

Saiba quem são os principais mentores das campanhas de Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB) nas eleições 2014

dilma-marina-aecio1As eleições de 2014 começaram a ganhar fôlego com o início da propaganda eleitoral no rádio e na televisão. Dilma, Marina e Aécio, segundo as pesquisas, despontam como os principais candidatos ao posto mais alto da nação.

Conheça, a seguir, os três principais nomes por trás de cada candidatura — com a ressalva de que a candidatura da ex-senadora Marina Silva, lançada oficialmente nesta quarta-feira, 20, ainda não definiu claramente os protagonistas de sua equipe, muito embora alguns nomes já despontem.

DILMA ROUSSEFF

Luiz Inácio Lula da Silva

Responsável pela indicação da candidatura de Dilma em 2010, o ex-presidente é o maior conselheiro de Dilma, segundo membros da campanha. Nas últimas semanas, os dois intensificaram os contatos e passaram a conversar diariamente. Discutem praticamente todos os temas da campanha: o noticiário, estratégias para a propaganda na TV e o tom que ela deve adotar em entrevistas e debates.

João Santana

O publicitário acompanha Dilma desde 2010, quando chefiou sua campanha vitoriosa à Presidência. Desde então – e a exemplo de papel que exerceu no segundo mandato do ex-presidente Lula – Santana participa inclusive de decisões do governo, opinando sobre os nomes de políticas públicas. Coordena a campanha na TV e ajuda a elaborar todos os discursos da candidata. Também opina sobre suas roupas e maquiagem.

Giles Azevedo

Assessor de Dilma há mais de 20 anos, desde que trabalharam juntos no governo do Rio Grande do Sul, o geólogo deixou em março a chefia de gabinete da Presidência para se dedicar exclusivamente à campanha. Em 2010, ele cuidou da agenda de Dilma na disputa; desta vez, passou a dividir as decisões com a cúpula da equipe. É discreto e conta com a total confiança da presidente.

MARINA SILVA

Walter Feldman

Amigo de Marina, o deputado federal paulista é considerado o principal articulador político da candidata. Como a ambientalista, ele esperava a criação da Rede Sustentabilidade para se filiar ao partido, mas acabou aderindo ao PSB de última hora. É médico e foi um dos fundadores do PSDB

Sérgio Xavier

Um dos fundadores do Partido Verde em Pernambuco e ex-secretário de Meio Ambiente no Estado, Xavier era – nas palavras de um aliado de Marina – o principal elo entre a ex-senadora e Eduardo Campos no início da campanha, tendo ajudado a construir a aliança entre os dois. O desempenho lhe rendeu prestígio tanto no PSB quanto na Rede, e espera-se que Xavier assuma papel chave na campanha.

Eduardo Gianetti da Fonseca

Principal assessor da candidata na área econômica, o ex-professor do Insper é a maior aposta da chapa para amenizar a resistência a Marina entre empresários. Giannetti tem discursado em eventos e dado entrevistas sobre como a ambientalista lidaria com a economia. Caso ela vença, é cotado para assumir o ministério da Fazenda.

AÉCIO NEVES

Andréa Neves

Chamada por um assessor de “crânio da comunicação” da campanha, a irmã mais velha de Aécio o acompanha desde que ele assumiu o governo de Minas Gerais pela primeira vez, em 2003. Jornalista, ela jamais disputou eleições ou ocupou cargos expressivos nas gestões de Aécio, mas é considerada sua principal estrategista e confidente.

Antonio Anastasia

Vice de Aécio em seu último mandato no governo de Minas (2006-2010), era tido como o braço direito do tucano e um dos principais executores do “choque de gestão”, política de corte de gastos que o mineiro apresenta como cartão de visitas. Com o fim do mandato de Aécio, venceu a eleição para governador e ocupou o cargo até 2014. Agora é candidato ao Senado.

Fernando Henrique Cardoso

Escanteado nas últimas campanhas do PSDB à Presidência, o ex-presidente voltou a exercer papel relevante na atual disputa, reunindo-se com Aécio com frequência para aconselhá-lo e discutir os rumos da campanha. FHC também atua nos bastidores para aplacar resistências contra Aécio na ala paulista do PSDB.

Pragmatismopolitico