Brasília (DF) divulga balanço da Copa do Mundo

0
56

fifaBalanço da Copa do Mundo em Brasília, divulgado pela Secretaria de Turismo do Distrito Federal, mostrou que a movimentação de turistas nacionais e estrangeiros no estádio Mané Garrincha foi a segunda maior entre as arenas do Mundial, e o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek bateu recorde na operação de voos internacionais.

As operações no terminal aeroportuário cresceram 55%, com 870 pousos e decolagens durante a Copa do Mundo. Os voos oriundos da Argentina lideraram o ranking, com 166 frequências ligando Buenos Aires a Brasília. Em segundo lugar, ficou a conexão direta da capital com Lisboa (Portugal), com 86 voos.

De acordo com as pesquisas realizadas pela Setur/DF, o estádio Mané Garrincha recebeu 478,2 mil torcedores em sete jogos, uma média de 68,3 mil por partida, segundo maior público depois do Maracanã, no Rio de Janeiro. Desde sua inauguração, em maio de 2013, o estádio atraiu público de 1,3 milhão de pessoas.

Em 25 dias de agenda, a Fifa Fan Fest recebeu 351 mil brasileiros e estrangeiros, com artistas como Ellen Oléria, Naldo, Daniela Mercury e Moraes Moreira.  Na abertura da Copa, o espaço destinado ao encontro dos torcedores recebeu 40 mil pessoas, o maior público entre as 12 cidades-sede, segundo a Setur. O volume de vendas na Feira da Torre de TV, um dos principais pontos turísticos de Brasília, aumentou em mil por cento na praça de alimentação e 50% nas barracas de artesanato.

“O Brasil precisa continuar surfando na onda da Copa do Mundo, reforçando o investimento na promoção interna e internacional”, disse o secretário de Turismo do DF, Luis Otávio Neves. Para o diretor de Estudos e Pesquisas do Ministério do Turismo, José Francisco Lopes, os resultados positivos obtidos com o Mundial refletem a organização e planejamento feito pelos governos. “A Copa mostrou que vale a pena investir em grandes eventos”, disse ele.

Ministério do Turismo