Brasil lidera ranking de comércio eletrônico na América Latina

0
36

O comércio eletrônico entre internautas da América Latina deve movimentar US$ 1,4 trilhões e crescer, até o fim de 2014, a uma taxa de 20% em relação ao ano passado. A informação é resultado de pesquisa feita pelo portal eMarketer, em relatório apresentado no fim do mês de julho.

A pesquisa mostra, ainda, que as taxas de crescimento devem se manter e que, em 2018, serão movimentados pelo e-commerce US$ 2,3 trilhões. Para isso, nos próximos quatro anos, o Brasil vai manter uma taxa de crescimento estimada em 10 pontos percentuais no setor, o que representará US$ 200 bilhões em relação ao ano de 2017.

Em todo o continente, ainda segundo o documento, a taxa de crescimento chegará a 22%, chegando à marca dos US$ 62,56 bilhões ainda em 2014. Os resultados mostram que, em relação ao cenário mundial, a América Latina terá um crescimento, também até 2018, de US$ 87,28 bilhões faturados pelo comércio eletrônico.

O Brasil vai se consolidando como líder do segmento no continente latino-americano, seguido por México e Argentina – este último vai manter, segundo a eMarketing, as vendas online apesar dos problemas na economia.

GGN