Brasil e Argentina juntos em projeto astronômico

projetoO Brasil e a Argentina instalarão uma antena de 12 metros de diâmetro para pesquisa astronômica. O local escolhido é Salta, que fica 1.600 quilômetros a noroeste de Buenos Aires, na Argentina. O anúncio foi feito pelo governo da província argentina escolhida.

O projeto em questão é o LLAMA, que receberá um investimento total entre 15 e 20 milhões de dólares, também informado pela secretaria de Ciência e Tecnologia de Salta.

A antena parabolóide será instalada em Altos de Chorrillo, no planalto da Cordilheira dos Andes e a 4.825 metros acima do nível do mar, permitindo aos cientistas o estudo da física solar e buracos negros, bem como outros fenômenos do Universo. A antena foi situada estrategicamente de forma a fazer pesquisas coordenadas com uma rede de 60 antenas instaladas, no âmbito do projeto ALMA, do lado chileno do deserto do Atacama, por Estados Unidos, Canadá, Japão, Taiwan e países europeus.

“Este telescópio significará um salto maiúsculo para as pesquisas em radioastronomia e, por sua vez, promoverá um grande impulso tecnológico”, declarou Soledad Vicente, secretária de Ciência e Tecnologia da localidade.

Quando começar a operar em conjunto com a rede localizada do outro lado da Cordilheira, a antena do projeto LLAMA fará com que cientistas tenham o equivalente a um telescópio de quase 200 quilômetros de diâmetro, informou uma fonte ao Swissinfo.ch. Mas as autoridades não revelaram ainda uma data de conclusão das obras, disse a mesma fonte.

Cada país terá sua tarefa. O Brasil se encarregará da compra do radiotelescópio e a Argentina deverá desenvolver caminhos, instalações e toda a infraestrutura necessária em Salta para operar o telescópio.

O centtro brasileiro-argentino de Astronomia (ABRAS) será construído sobre o monte Macón, a 4.650 metros de altitude e a 360 quilômetros da cidade de Salta.

GGN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios