Bicicletas públicas compartilhadas podem chegar a Aparecida de Goiânia

0
164

O projeto de bicicletas públicas compartilhadas, implantado na Capital em dezembro de 2016, pode chegar a Aparecida de Goiânia. Nesta terça-feira (9), o prefeito Gustavo Mendanha deu início às primeiras conversas com a Unimed Goiânia, cooperativa que congrega médicos em todo o Estado e que gerencia planos de saúde, e que em Goiânia patrocinou a iniciativa.

Gustavo foi recebido pelo diretor-presidente Breno Álvares de Faria Pereira. Estava ao lado dele o vice-prefeito Veter Martins, também secretário de Governo; os secretários André Rosa (Fazenda) e Arnaldo Leite (Mobilidade e Defesa Social);e o secretário-executivo de Mobilidade, Luziano da Costa Vale. A prefeitura conta ainda com o know-how de Domingos Sávio, que foi o responsável técnico por viabilizar o uso das bicicletas compartilhadas em Goiânia. Ele acompanhou o prefeito à reunião.
O diretor-presidente não só se mostrou favorável ao projeto das bicicletas públicas compartilhadas como comprometeu-se a levá-lo como tema de discussão para a próxima reunião da diretoria da cooperativa médica. “As decisões aqui são tomadas de forma colegiada”, explicou. “Mas antecipo-lhes que vejo tudo isso com bons olhos e que sou totalmente simpático a políticas públicas deste porte, que melhoram a qualidade de vida da população”, acrescentou.
“Começamos aqui, na Unimed Goiânia, mas vamos buscar também outras empresas que queiram investir nesta iniciativa que tanto beneficiará nossa população”, disse o prefeito, após o término da reunião, confirmando que a ideia é que Aparecida, assim como Goiânia, tenha 15 estações com bicicletas. A iniciativa privada, ao dar apoio financeiro, teria como contrapartida, por exemplo, espaços para publicidade.
Breno Álvares, atendendo a pedido do prefeito, assegurou que também promoveria uma reunião de trabalho em Aparecida. “É uma oportunidade de o senhor conferir, de perto, a importância desta ação para a nossa cidade”, disse a ele Gustavo Mendanha. “E de também conhecer melhor os nossos projetos de mobilidade, que estão em fase avançada”, reforçou André Rosa. Na sequência, o prefeito e seus auxiliares foram recebidos também pelo diretor de Mercado da Unimed Goiânia, Sérgio Baiocchi Carneiro.

Como funciona
Em Goiânia, existem 15 estações que reúnem, em cada uma delas, dez bicicletas. As pessoas podem alugá-las ao custo de R$ 4 ao dia, R$ 8 ao mês, R$ 35 por semestre, e R$ 70 por um ano. Tudo isso de forma eletrônica, pela internet. Após cadastro dos dados e do cartão de crédito, o ciclista pode usar a bicicleta por 60 minutos em dias úteis e por 90 minutos aos domingos e feriados. As bicicletas ficam disponíveis das 6 às 22 horas.