Banco do Vaticano anuncia reestruturação após registrar déficit de 24,4 milhões de euros em 2013

catolicoO Banco do Vaticano publicou nesta terça-feira (08/07) o balanço correspondente a 2013 e anunciou sua reestruturação. De acordo com o informe, a instituição fechou o ano com um déficit de 24 milhões de euros. Amanhã serão anunciadas mudanças na direção dessa entidade e em seu funcionamento.

O organismo informou que a cifra negativa se deve “principalmente, às oscilações negativas decorrentes da valorização do ouro por cerca de 14 milhões de euros”. O banco também atribui a queda do benefício aos custos da reforma e menciona “operações falidas”, entre elas a perda de 15,1 milhões de euros sobre os quais não há detalhes.

A agência Efe, no entanto, lembra que o cardeal italiano Tarcisio Bertone, secretário de Estado de Bento 16 foi criticado pela imprensa italiana por ter favorecido uma operação arriscada em benefício de um amigo, produtor de televisão católico, no valor de 15 milhões de euros.

Apesar do déficit apresentado pelo banco, o balanço da Governação do Estado da Cidade do Vaticano, “administração autônoma e independente das contribuições da Santa Sé” fechou 2013 com um superávit de 33 milhões de euros. De acordo com o Vaticano, se for levado em conta ambos os balanços, o resultado é um superávit de 10 milhões de euros.

Reforma

Desde que o Papa Francisco assumiu seu pontificado, a reforma do IOR (Instituto para as Obras de Religião), nome oficial do banco comercial do Vaticano, alvo de diversas denúncias de corrupção e lavagem de dinheiro, é um de seus maiores desafios.

A partir de agora, todas as contas de clientes serão controladas e só poderão ser correntistas “as instituições católicas, os membros do clero, os empregados ou antigos empregados do Vaticano [para salários e aposentadorias], embaixadas e diplomatas acreditados na Santa Sé”.

O banco anunciou a suspensão de relações com mais de três mil clientes que entre outras irregularidades, eram indivíduos ou entidades laicas que não estão autorizadas a manter vínculo com este organismo.

De acordo com o comunicado emitido hoje, “a renovação dos trabalhos será realizada com o propósito de converter o banco em um organismo coerente com a missão de serviço cristão”.

O informe reporta que na primeira etapa das reformas, serão eliminadas as situações de risco e investimentos incorretos herdados de gestões anteriores e prepara uma segunda etapa, que incluirá sua reestruturação.

Operamundi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios